APRESENTA

Por que o Elo7 é uma das histórias de sucesso da economia criativa no Brasil?

Giovanna Riato - 9 set 2020

Qual é o principal motor para a criação de um negócio de sucesso? Uma das respostas é a necessidade e, claro, a criatividade. Foi assim com a socióloga e mestre em Educação pela Unicamp, Nathália Raggi, que tinha uma marca de roupas e bolsas. Para vender as peças e trocar ideias ela transitava por umas série de grupos de artesãos on-line.

Com o tempo percebeu que seria mais interessante se o mercado dos produtos feitos à mão fosse menos concentrado, com a possibilidade de encontrar todos os artesãos em um só lugar. Nascia aí o sonho do Elo7, um marketplace que conecta quem produz com quem compra.

A PARTIR DE UMA DOR INDIVIDUAL, PROJETO GANHOU ALCANCE

Era 2008 quando a loja entrou no ar, como resultado da ideação de Juliano Ipólito, hoje fora do negócio. Ainda era tudo mato na internet e o Brasil se encontrava no Orkut, mas a ideia pegou rápido. “A plataforma cresceu muito no boca a boca. Foi um susto ver como os artesãos aderiram rápido”, conta Nathália.

Em 2011 receberam investimentos internacionais e Carlos Curioni, hoje CEO do empreendimento, a quem Nathália dá o crédito por profissionalizar o negócio e por alcançar uma expansão sustentada. “Com o Elo7 fui desafiada a aprender muito e a lidar com uma série de desafios e burocracias que não existiam quando eu era artesã”, conta. Ela diz, no entanto, que o segredo do sucesso para a empresa está em manter a essência:

“Eu precisei assumir que não dominava algumas coisas. Montamos um time capaz de conduzir muito bem as frentes que não são meus pontos fortes.”

E prossegue: “Com isso, me mantive trabalhando na gestão da comunidade, próxima dos artesãos para entender a realidade deles e atender suas necessidades. Esta é uma das frentes mais essenciais do nosso negócio.” Nathália conta que os artesãos não pagam nada para hospedar suas lojas na plataforma.

Apenas quando algum item é vendido, o Elo7 é remunerado com comissões que vão de 6% a 18%, dependendo do tipo de anúncio do produto. Com esta abordagem, a plataforma reúne comunidade de 100 mil artesãos, de 4 mil cidades brasileiras, que oferecem produtos feitos à mão sob encomenda para todo o Brasil.

PROJETO É DESTAQUE NO DOCUMENTÁRIO BRASIL CRIATIVO

Com resultados tão relevantes, o Elo7 foi uma das empresas reconhecidas no Prêmio Brasil Criativo em 2019, iniciativa apresentada pela 3M e patrocinada pelo Mercado Livre que tem o propósito de reconhecer um setor que responde por 2,64% da economia nacional e gera 1 milhão de empregos no País. A iniciativa é um dos doze projetos abordados no documentário vencedores do Prêmio Brasil Criativo, a premiação oficial da economia criativa brasileira.

O média-metragem lançado no último dia 8 de setembro e disponível de forma democrática, on-line e gratuita, no canal do Prêmio traz diferentes abordagens da economia criativa através dos vencedores, além do depoimento de cinco jurados de renome em setores essenciais para a Indústria Criativa nacional.

“A 3M abraçou o Prêmio Brasil Criativo desde o início pela visão maravilhosa de promover a economia criativa e valorizar os talentos brasileiros. O documentário com histórias emocionantes é um sonho que semeará no mundo a inspiração de valores que a 3M vive, como criatividade, colaboração, empreendedorismo e sustentabilidade”, afirma Luiz Serafim, Head de Marca da 3M.

O documentário resultado da premiação traz a história dos empreendedores e lança um olhar para a força da economia criativa no Brasil. Realizado pelo LabCriativo e com direção de Kaio Garcia, o filme é apresentado pela 3M do Brasil e patrocinado pelo Mercado Livre, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Lucas Foster, idealizador do Prêmio Brasil Criativo, fala a respeito:

 “O Prêmio Brasil Criativo tem como missão fortalecer o ecossistema criativo do nosso país e nós acreditamos na importância do audiovisual como uma poderosa ferramenta de inspiração e exportação do talento e do potencial criativo dos nossos empreendedores”

Ele prossegue: “Depois de ter recebido a chancela do Ministério da Cultura e o apoio institucional da Unesco, tínhamos a certeza de que era a hora de levar as histórias dos empreendedores criativos brasileiros para o mundo”.

Conheça os vencedores do Prêmio Brasil Criativo 2019:

Cidades.co (Arquitetura/Cidades para pessoas)
Festival do Teatro Brasileiro (Artes cênicas/Festivais que Transformam)
Game Jam Plus (Audiovisual/Jogos Independentes)
Setor WLab (Design/Wearables)
ter.a.pia (Editorial/Creators que inspiram)
Elo7 (Expressões Culturais/Artesanato Digital)
JuicyBazar (Moda/Marcas que preservam)
Cultura Hip Hop nas Escolas (Música/DJ do Ano)
Giulia para Surdos (P&D/Patente dos Sonhos)
Acervo da Laje (Patrimônio e artes/Quero museu vivo)
Tem que ter (Publicidade/Freelancer de respeito)
StoryMax (TIC/Apps que educam)

830 Total Views 7 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: