Seleção Draft – Fuja dos eventos

Luisa Migueres - 13 jun 2016
Evitar alguns eventos de startups pode te manter com os pés no chão. (Imagem: Fox Wu - Flickr/ Reprodução)
COMPARTILHE

Fuja dos eventos
Encontros destinados a promover o empreendedorismo são essenciais para o ecossistema, mas eles podem te dar uma falsa sensação de estar realmente se tornando um empreendedor. No Vida de Startup, Matt Montenegro (fundador do Aio, um “Youtube corporativo”) diz que, apesar de ter organizado e ainda participar de muitos eventos do ramo, é neles que você vai encontrar pessoas que “terceirizam suas mazelas”, investidores que não investem, palestrantes que não aparecem, e quem parece viver no Vale do Silício (de tantas histórias incríveis e duvidosas que conta). O autor diz:

“Esse ego inflado acaba fazendo mal para quem está ralando pra valer e passando um aperto desgraçado pra fazer o seu negócio virar”

 

LinkedIn agora na Microsoft
Depois da enxurrada de notícias anunciada a compra do LinkedIn pela Microsoft, o texto do link acima, publicado pelo investidor Kevin Hu na Forbes, ajuda a entender os motivos por trás da aquisição de 26,2 bilhões de dólares. O maior deles é a base de dados da rede social. Afinal, ela não é só a líder em contatos profissionais, como tem informações preciosas de seus usuários (empresas, cargos, formação). Mas o autor também diz que só em 5 ou 10 anos vamos entender o verdadeiro valor dessa compra.

 

Como Design Thinkers pensam
Entre as metodologias adotadas por empreendedores, o Design Thinking é uma das mais populares. Isso não é à toa, segundo Thomas Lockwood, em seu artigo na Fast Company. Para ele, os pilares do raciocínio de Design Thinkers são:

1) Resolução de problemas;
2) Motivações dos usuários;
3) Noção do contexto;
4) A experiência final e o trabalho “por trás das câmeras”;
5) Inovação aberta;
6) Pensar no futuro.

 

Residência mobiLab
Programa do Laboratório de Mobilidade Urbana e da São Paulo Negócios, o Residência mobiLab vai selecionar até dez startups para desenvolver soluções tecnológicas de impacto positivo na mobilidade urbana da cidade de São Paulo. As inscrições vão até o dia 19 de junho, pelo site acima. As startups selecionadas poderão utilizar o espaço do mobiLab por três meses para desenvolver seus projetos e terão mentoria personalizada.

35 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: