A The Best Building quer trazer mais agilidade e segurança para a construção civil com soluções em alumínio

Dani Rosolen - 7 jul 2022 Dani Rosolen - 7 jul 2022
COMPARTILHE

Nome:
The Best Building.

O que faz:
Busca solucionar problemas da construção civil, produzindo soluções em alumínio, como paredes, lajes, mantas de materiais reindustrializados e vigas metálicas. As estruturas produzidas pela startup são modulares, podendo ser montadas e desmontadas várias vezes.

Que problema resolve:
Resolve problemas de infiltração em paredes porque usa manta reindustrializada e agiliza obras por trabalhar com estruturas pré-moldadas. Além disso, traz segurança por usar um material mais leve, o alumínio.

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, o que torna a empresa especial é o fato de ser modular e industrial. O tempo de execução de uma parede de alumínio, segundo eles, é dez vezes menor do que uma de drywall e trezentas vezes menor do que uma de blocos de concreto, cerâmicos e tijolos.

Modelo de negócio:
O modelo de negócio da The Best Building Corporation é a venda para empresas de material de construção e a realização de projetos por clientes.

Fundação:
Junho de 2019.

Sócios:
Guidson Aguiar — CEO
Ademir Silva — CPO

Fundadores:

Guidson Aguiar 37 anos, Porto Alegre (RS) — é engenheiro eletricista formado pela PUC-RS. Trabalhou como ajudante de obras, pedreiro hidraúlico e eletricista com seu pai e primo, que são empreiteiros em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Ainda na faculdade, trabalhou na Capa Engenharia e na CEEE como projetista de distribuição e estagiário. Depois de formado, trabalhou como engenheiro de instalações nas empresas Qualiang, Sanhidrel e Risk Engenharia. Já teve outras duas empresas, uma de engenharia de obras e outra de software.

Ademir Silva 50 anos, Arapiraca (AL) é eletrotécnico há mais de 25 anos. Trabalhou na Central de Instalações Elétricas, na Plamon, na Operação Engenharia e Construções SP, na Potencial Engenharia e na Qualiange, todas empresas localizadas em São Paulo.

Como surgiu:
Guidson conta que a ideia surgiu quando observava uma banca de jornal. Ele pensou que seria mais vantajoso se aquela estrutura fosse feita de alumínio e começou a estudar a viabilidade de sua ideia. Ao longo de quatro anos de pesquisas, ele desenvolveu um MVP, fez diversos testes e comprovou sua tese. A proposta deu certo e a partir daí ele fundou a The Best Building Corporation.

Estágio atual:
A empresa está operando com pequenos projetos e produzindo por demanda. Tem um escritório em um coworking no centro em São Paulo, usado para reuniões.

Aceleração:
Busca aceleração para a desenvolvimento e a implantação de sua fábrica a fim de reduzir os custos de produção e baratear os produtos associados a todos os processos de automação da planta, que já foram desenvolvidos.

Investimento recebido:
Guidson investiu cerca de 30 mil reais para começar a empresa.

Necessidade de investimento:
Os sócios querem captar 4,5 milhões de reais para construir a fábrica.

Mercado e concorrentes:
“O mercado está aquecido em relação ao alumínio. O PIB do setor de construção do país cresceu 9,7% em relação a 2020, alcançando o maior crescimento de consumo de produtos e serviços de construção nos últimos anos, segundo o estudo da Câmara Brasileira da Indústria, de 2021”, afirma Guidson. Ele cita como concorrentes indiretos as empresas Knauff e Gypsum (produzem drywall), além de fabricantes de blocos.

Maiores desafios:
“O maior desafio no momento é conseguir o investimento para a implantação da fábrica, que conta com um projeto de produção com energia elétrica própria (eólica) e com os processos de automação já desenvolvidos. Tudo isso reduzirá os custos do produto e permitirá que a gente aumente a escala da produção”, diz o CEO.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Quando a empresa atingir 600 mil reais mensais de faturamento chegará ao break-even.

Visão de futuro:
“Queremos abrir a fábrica para que a nossa solução seja viável a mais pessoas e ajude a fazer construções mais sustentáveis, utilizando menos recursos do meio ambiente e sem emissões de gases de efeito estufa. Temos a projeção de fazermos negócios no mercado norte-americano, conforme estudos que realizados internamente.”

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

275 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: