A tremenda importância de ser um pouco pessimista

Adriano Silva - 9 abr 2020
Adriano Silva, publisher do Projeto Draft: "o pessimismo produtivo pode ser um bom aliado".
COMPARTILHE

A felicidade está na proximidade entre aquilo que você deseja e aquilo que você tem. Entre quem você gostaria de ser e quem você é. 

E a infelicidade está na distância entre esses dois pontos.

Só há felicidade na paz para quem busca a paz. Para quem no fundo não a está buscando, paz é tédio.

Só há felicidade no casamento para quem quer de verdade esse modelo de vida. Para quem só imagina que quer, ou só diz que quer, ou tenta se convencer de que quer, mas no fundo sente ou pensa de outra maneira, matrimônio é asfixia.

Então não faz sentido sonhar em conhecer o mundo e jamais sair do bairro.

Nem adorar estar a sós consigo mesmo e viver se impondo estar a todo momento sorrindo falso em meio a um monte de gente.

Perceba que isso passa por autoconhecimento – um dos exercícios mais dolorosos que você pode pedir para um ser humano realizar. 

Quem gosta de se olhar no espelho de verdade, contabilizando imperfeições? Quem está pronto para admitir, diante de si, o tanto de ideias tortas e de sentimentos ruins e de descaminhos sombrios que carrega consigo?

E, no entanto, se você não sabe direito quem é nem onde está, qualquer idealização que fizer a respeito de quem gostaria de ser ou de onde gostaria de chegar resultará fatalmente em um caminho aleatório – cujo sucesso ficará à completa mercê do acaso.    

GERENCIAR EXPECTATIVAS É UM APRENDIZADO DIFÍCIL, NA MARRA. NINGUÉM ENSINA

Administrar bem as expectativas — as suas e as dos outros que há sobre você, em relação ao que quer que seja — é um item fundamental para quase tudo na vida.

E ninguém, em lugar algum, nos ensina a arte desse gerenciamento. A gente aprende na marra, apanhando, sofrendo um bocado e fazendo sofrer outro tanto. E a maioria de nós simplesmente não aprende nunca. 

Um dos jeitos de mitigar a discrepância entre aquilo que sonhamos e o que efetivamente existe é com o que vou chamar aqui de pessimismo produtivo. Ou pessimismo estratégico

O problema do pessimismo é quando ele lhe imobiliza, e lhe impede de fazer as coisas que precisam ser feitas. Quando ele lhe tira a energia, e a capacidade de acreditar e de realizar

Ou então quando ele traz ao presente todos os sofrimentos de possíveis cenários futuros de insucesso – que muitas vezes nem chegam a ocorrer. 

Aí, você ou sofre duas vezes (antes da tragédia e depois, quando ela se confirma), ou sofre inutilmente, de modo antecipado, por catástrofes que sequer acontecem.

O PESSIMISMO ESTRATÉGICO É UM CONSELHEIRO SENSATO, QUE AGREGA UM OLHAR CONSERVADOR

O pessimismo, porém, é um aliado quando ele lhe ajuda a ajustar expectativas. Quando ele admite os cenários de sucesso, mas também admite as chances de que as coisas não deem certo. Quando se deixa empolgar por boas ideias e planos promissores, mas não deixa de se proteger um pouquinho dos riscos envolvidos.

E o pessimismo produtivo pode ser um bom aliado. Que não lhe tira o tino empreendedor, a vontade de fazer acontecer, o desejo de ir adiante — mas traz sempre uma dose de realidade e um permanente freio de emergência na outra mão.

Pense no pessimismo estratégico como um hedge que todo investidor, por mais agressivo, tem que ter. 

Trata-se de um conselheiro sensato, que agrega um olhar conservador à sua análise. E que acredita que o cenário otimista seja possível, mas nunca deixa de considerar também o worst case scenario – e de estar minimamente preparado para ele, se as coisas de fato desandarem 

E quem já viveu um pouquinho sabe que os planos que dão certo nunca dão certo do jeito que imaginamos. Em geral, a gente põe os projetos no ar superando os patamares mínimos, mas ficando aquém das metas otimistas.

Então, na dose certa, o pessimismo lhe protege, inclusive emocionalmente, das intempéries. Porque, em alguma medida, elas sempre acontecerão — e quando vêm brindar os seus esforços, tornam as suas conquistas ainda mais retumbantes.

#JuntosContraaCrise

 

Adriano Silva é Fundador da The Factory e Publisher do Projeto Draft.

 

3197 Total Views 2 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: