A Peer2Beer conecta produtores, especialistas e apreciadores de cervejas artesanais

Dani Rosolen - 19 fev 2018
COMPARTILHE

Nome:
Peer2Beer.

O que faz:
É um aplicativo para conectar produtores, especialistas e apreciadores de cervejas artesanais.

Que problema resolve:
A startup fomenta o mercado através da capacitação e aprimoramento do”elo mais fraco da cadeia”, o cervejeiro caseiro.

O que a torna especial:
De acordo com os fundadores, a plataforma oferece descontos em equipamentos, insumos e cursos para os cervejeiros amadores (panelinhas) e torna mais acessível o contato do público com cervejas inovadoras e exclusivas. Além disso, os melhores cervejeiros avaliados dentro do app têm a chance de ter sua bebida produzida em uma cervejaria cigana e circulando no mercado.

Modelo de negócio:
Os panelinhas não têm custo algum além do investimento com os insumos, garrafas, tampinhas e o tempo de fazer a cerveja. Dos avaliadores é cobrada uma taxa de 59 reais pelo kit degustação com quatro garrafas das cervejas experimentais apoiadas.

Fundação:
Janeiro de 2018.

Sócios:
Vitor Criscuolo — CEO
Daniela Garrido — CMO

Perfil dos fundadores:

Vitor Criscuolo — 34 anos, São Paulo (SP) — é formado em Design e pós-graduado em Marketing. Tem passagem por empresas como Ibope, TNS, Ipsos, O Boticário e Natura. É o cofundador da Fraiche ( solução que busca promover a alimentação saudável em vending machines) e da Íris (plataforma para terapeutas que trata fobias por intermédio da realidade virtual).

Daniela Garrido — 29 anos, Ribeirão Preto (SP) — é formada em Propaganda e Marketing pela ESPM e pós-graduada em Branding pela Business School SP e Marketing Digital pela Udacity. Iniciou sua formação como sommelier em 2015 e já realizou diversos cursos na área, como Mestre em Estilos de Cerveja e Especialização em Harmonização de Cervejas, ambos no Instituto da Cerveja Brasil (ICB). Trabalhou na cervejaria Bamberg e foi embaixadora da marca WayBeer.

Como surgiu:
Cientes das dificuldades enfrentadas pelos cervejeiros caseiros para conseguir uma escala de produção e comercializar seus produtos (barreiras burocráticas, tributárias, alto investimento e baixo retorno), os sócios decidiram criar  uma plataforma de aprimoramento para esses produtores. O projeto teve apoio da Questtonó, pioneira na atuação de Venture Design no Brasil.

Estágio atual:
A plataforma já conta com mais de 1 500 avaliadores cadastrados e já ultrapassou os 500 panelinhas.

Aceleração:
Os sócios pretendem buscar aceleração no segundo semestre deste ano.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 90 mil reais do próprio bolso no negócio.

Necessidade de investimento:
Os empreendedores ainda estudam a possibilidade.

Mercado e concorrentes:
“O mercado de cervejas artesanais está em expansão. No Brasil, representa cerca de 0,5% do mercado total e a produção gira em torno de 14 bilhões de litros ano”, diz Vitor. Ele afirma que ainda não existem concorrentes por aqui e em outros países.

Maiores desafios:
“Nossa maior dificuldade atualmente é logística, por isso estamos atuando inicialmente apenas no estado de São Paulo, pretendendo expandir para mais cinco estados até o final do primeiro semestre deste ano”, conta o CEO.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
2019.

Visão de futuro:
“Queremos democratizar e profissionalizar a comunidade cervejeira e disseminar cada vez mais a cerveja artesanal”, diz Vitor.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para [email protected] e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

419 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE