Precisa de financiamento para educação? A Elleve conecta estudantes a instituições de ensino que oferecem crédito

Dani Rosolen - 1 jul 2021
COMPARTILHE

Nome:
Elleve.

O que faz:
É uma fintech dedicada ao financiamento estudantil de cursos livres, técnicos e profissionalizantes no Brasil. A plataforma conecta o estudante diretamente com as instituições de ensino e com o mercado de trabalho, ajudando na evolução da carreira profissional.

Que problema resolve:
Para os estudantes, é um caminho de acesso a cursos de alto impacto na carreira, empregabilidade e incremento de renda. Para as escolas, a startup é um parceiro flexível, com soluções robustas e customizadas para o crédito estudantil.

O que a torna especial:
Segundo os sócios, o diferencial é a análise preditiva e modelagem de soluções entregues aos parceiros, levando em conta cada aluno em suas particularidades, sobretudo o potencial de desenvolvimento. Eles ainda citam a análise via inteligência artificial e entendimento profundo do potencial de cada carreira e parceiro de ensino.

Modelo de negócio:
A Elleve conta com diversas formas de rentabilização, incluindo comissão pela intermediação dos financiamentos, rentabilidade das quotas de recebíveis e serviços de cobranças às instituições.

Fundação:
Janeiro de 2021.

Sócios:
André Dratovsky CEO e fundador
Joseph Chehebar Responsável por Crédito e Cobrança e fundador
Raphael Levi Responsável pela Relação com Investidores e fundador

Fundadores: 

André Dratovsky — 36 anos, São Paulo (SP) — é formado em Administração de Empresas pela ESPM. Foi sócio fundador e CEO da Baueco Importação e Distribuição Ltda.

Joseph Chehebar — 36 anos, São Paulo (SP) — é formado em Administração de Empresas pela FAAP. Foi executivo do Banco Safra em SP e NY por dez anos. Em 2011, fundou o Grupo Lotus – FIDC de crédito e antecipação de recebíveis.

Raphael Levi — 36 anos, São Paulo (SP) — é formado em Administração de Empresas pela FAAP. Atuou por oito anos em hudge funds e wealth management e, em 2011, fundou o Grupo Lotus, realizando em 2019 o spin-off da operação da fintech de antecipação de recebíveis FLIP.

Como surgiu:
A Elleve surgiu do desejo dos sócios de combinar a melhoria da experiência de crédito com o impacto social por meio da educação, após perceberam que o ensino superior tradicional há tempos deixou de ser o único e melhor caminho para o sucesso profissional. Eles acreditam na educação voltada às competências e no conceito de lifelong learning.

Estágio atual:
A Elleve tem sede em São Paulo e atuação nacional. Conta com 60 escolas parceiras, como Impacta, Mentorama, Be Academy, FM2S, 4ED, Ironhack, entre outras, que juntas já somam mais de 40 mil alunos.

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Recentemente, receberam aporte de 28 milhões de reais e fizeram emissão de debêntures, totalizando 123 milhões de reais para a abertura de um fundo especialmente para a educação vocacional.

Necessidade de investimento:
 A Elleve vem conduzindo conversas com fundos de investimento para potencial captação até o fim de 2021.

Mercado e concorrentes:
“Estudantes egressos do Ensino Médio carecem de opções financeiras que lhes permitam acesso a cursos de curta e média duração. De acordo com as profissões do futuro listadas pelo Fórum Econômico Mundial, essas áreas podem criar até 1,7 milhão de novas oportunidades ainda em 2021 e, até 2022, outras 6,1 milhões. Já o relatório “The Future of Jobs”, do Fórum Econômico Mundial, revela que 97 milhões de empregos serão criados até 2025 relacionados às transformações tecnológicas. Mas, teremos gente capacitada para preencher a alta demanda de vagas ociosas no mercado? Chega a ser uma incongruência, pois temos cerca de 14,4 milhões de desempregados hoje no Brasil, o maior número da série histórica”, afirma André. Ele aponta como concorrentes a Provi e Pravaler.

Maiores desafios:
“O maior obstáculo é a autoconfiança do brasileiro e a tendência de valorizar sempre carreiras de maior ‘glamour’ e de reconhecimento social histórico. Programação, Cientistas de Dados, Técnicos de Enfermagem, entre muitas outras, são carreiras com índices de empregabilidade e remuneração, muitas vezes, superiores a do Direito, Engenharia ou Administração, justamente porque são áreas aquecidas.”

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
2022.

Visão de futuro:
“A Elleve tem a ambição de se tornar a maior referência nacional em soluções financeiras transformadoras por meio da educação direcionada ao ingresso e desenvolvimento no mundo profissional moderno”, diz o CEO.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

870 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: