APRESENTA
APRESENTA

Programa de inovação da Trisul dá a startups oportunidade de entrar no setor da construção civil

Adriana Küchler - 1 set 2021 Adriana Küchler - 1 set 2021
COMPARTILHE

Tudo começou com um ensaio. A Trisul, uma das principais construtoras do país, decidiu participar do IconHub, criado para fomentar a inovação no setor da construção civil. Nessa primeira aproximação com o ecossistema de empreendedorismo, lançou dois desafios. Em um deles, viu a visitação e a busca por um de seus produtos aumentar rapidamente. Foi aí que a empresa decidiu criar seu próprio programa de inovação com startups, o Trisul Lab.

“Tivemos resultados excelentes nesse ensaio. Então, pensamos: por que não ampliar essa iniciativa para buscar mais eficiência e introduzir uma cultura de inovação dentro da empresa?”, diz Suleir Branco, superintendente de tecnologia da informação e processos da Trisul.

Com inscrições abertas até 16 de setembro, o Trisul Lab vai selecionar até cinco startups em estágio de validação e tração para testarem e executarem suas soluções com a empresa. Os cinco desafios apresentados, explica Suleir, visam melhorar os serviços oferecidos aos clientes e reduzir os custos de operação da empresa. A ideia é que, ao final do programa, as startups selecionadas possam virar fornecedoras ou parceiras da Trisul.

Um setor tradicional empenhado em inovar

Com mais de 40 anos de atuação, a Trisul está listada no segmento novo mercado da Bolsa de Valores e foca no mercado de imóveis de médio e alto padrão em São Paulo. Segundo Suleir, a construção civil é um setor que demorou a investir em novas tecnologias, mas que está cada vez mais engajado no tema da inovação.

“A indústria da construção e o mercado imobiliário são considerados tradicionais, mas uma série de startups tem buscado levar eficiência, melhor experiência do consumidor e novos modelos de negócio para esse setor”, complementa Maximiliano Carlomagno, sócio-fundador da Innoscience, consultoria que gerencia o programa de inovação da Trisul.

“A empresa já tem vivência no ecossistema de startups e toda a diretoria está acompanhando o projeto de perto, o que sempre traz melhoria na taxa de conversão de projetos em negócios.”

Oportunidades num setor carente de produtos e soluções

Para a empresa, são muitas as vantagens em se associar a startups em busca de soluções, afirma a superintendente de tecnologia da informação e processos da Trisul. Mas a principal delas é a velocidade.

“Com a parceria com startups, conseguimos soluções em muito menos tempo do que com o modelo tradicional. Vemos projetos evoluírem num curto prazo. Além disso, acompanhamos o desenvolvimento dos projetos de perto, o que evita a frustração de expectativas.”

Suleir Branco, superintendente de tecnologia da informação e processos da Trisul

Para as startups, também há diversos benefícios em participar, que vão desde o acesso a ativos da Trisul, de acordo com o escopo do piloto, até a oportunidade de testar uma tecnologia ou solução em uma das principais empresas do setor.

“A construção civil é um setor carente de produtos e soluções”, diz a executiva. “Essa é uma área que tem muitas oportunidades para desenvolvimento de tecnologias e melhorias. É um campo aberto com muitos processos para evoluir.”

Os cinco desafios

Ter experiência com empresas da construção civil é uma vantagem para as startups interessadas em participar do programa, mas a Trisul também está de portas abertas a quem ainda não tenha se aventurado por esse setor.

Conheça os cinco desafios selecionados pela empresa:

– Cobrança amigável: solução que possibilite a integração e centralização dos dados (clientes, jurídico, mercado) para facilitar a tomada de decisão, além da capacidade de predição de condições para acordos

– Sistema de qualificação de leads – solução que tenha capacidade de qualificar o lead e endereçá-lo para a etapa adequada de vendas, conectando as pessoas certas para a abordagem e permitindo o acompanhamento do lead em cada etapa do processo de vendas

– Digitalização da promoção de vendas – solução digital e “user friendly”, a ser utilizada pelos corretores e promotores em ações presenciais e de forma massiva, que aumente o interesse dos clientes em visitar os stands de vendas e possibilite o rastreamento e análise da efetividade de resultados

– Sistema de gestão de personalização de imóveis – solução que integre e centralize todos os dados e escolhas dos clientes em relação à personalização dos imóveis adquiridos, gerando inteligência sobre os resultados de personalização

– Gestão de indicadores estratégicos – solução que integre e centralize dados estratégicos como fluxo de caixa, demonstrativos de resultados, entre outros, facilitando o processo de tomada de decisão

Da inscrição à contratação

Depois do período de inscrição, que vai até 16 de setembro, as startups selecionadas se apresentarão, de forma remota, no Trisul Lab Day, no dia 6 de outubro. As que passarem por essa fase farão uma imersão com a área responsável da Trisul entre os dias 27 e 29 de outubro.

Após essa etapa, serão escolhidas as startups que irão desenvolver seus pilotos entre novembro deste ano e fevereiro de 2022. O programa termina em março, quando as startups mostrarão seus resultados no Demoday, data em que a Trisul irá decidir quais empresas seguirão como parceiras ou fornecedoras.

Quer saber mais sobre o Trisul Lab? Conheça mais sobre o programa e inscreva-se até 16 de setembro em trisullab.com.br.

730 Total Views 3 Views Today
APRESENTA
COMPARTILHE
APRESENTA

Confira Também: