Seleção Draft – Aposte em um nicho

Dani Rosolen - 3 abr 2019 Aponte para a direção certa, definindo bem seu mercado antes de começar a operar (Imagem: Pixabay/Reprodução).
Não adianta querer atender todos os gostos. É preciso escolher um público e focar em suas preferências.
COMPARTILHE

Aposte em um nicho
Em busca de abocanhar uma fatia cada vez maior do mercado, muitos empreendedores acabam perdendo o foco ao lançar produtos e serviços que fogem de seus objetivos estratégicos e competências essenciais. Para garantir fidelidade, Andrew Thomas, fundador da SkyBell Video Doorbell (empresa de campainhas inteligentes), diz que a melhor estratégia é parar de tentar agradar a todos os públicos e apostar em um nicho. No Inc. (link acima), ele aponta três razões para isso: os clientes sabem diferenciar entre propósito e oportunismo; preferem especialistas em vez de aventureiros; e para a empresa os efeitos de marketing costumam ser menos abrangentes quando a estratégia é muito ampla.

 

Advisory board para startups?
Na Fast Company, Maynard Webb, ex-COO do eBay, afirma que pode soar interessante para uma startup montar um advisory board. Afinal, diz ele, ter nomes de peso entre os conselheiros pode despertar interesse de investidores e de outras partes do mercado. No entanto, o autor recomenda que o fundador pense bem antes de tomar essa decisão. Para ele, este formato não funciona tão bem para startups como para grandes empresas, já que isso envolve uma porcentagens de participação a ser paga aos conselheiros e muito tempo despendido em reuniões e eventos. Gastos que um negócio em fase inicial geralmente não está preparado para bancar. Leia mais no link acima.

 

O fim do trabalho braçal
No Estadão, as legaltechs, ou lawtechs, são o destaque. As startups que oferecem soluções para a área do Direito (desde conciliação por meio de chat à análise de dados para o setor público) ainda têm mercado incipiente no Brasil, mas o cenário está começando a mudar. Segundo o texto do link acima, o setor, que já tem uma associação com 200 membros, deve ganhar um fundo de 100 milhões de reais no segundo semestre. Sobre o medo dos advogados de serem substituídos pela tecnologia, Arthur Braga Nascimento, presidente da comissão de startups da OAB/SP, afirma:

“Análise de certidões é algo braçal e a startup vai trazer velocidade, enquanto o advogado gasta seu tempo na parte mais intelectual”

 

Hangar Monetizze
São Paulo recebe entre 12 e 13 de abril a 3ª edição do Hangar Monetizze, evento sobre empreendedorismo digital. O encontro debaterá finanças, comunicação, liderança, investimento, marketing, importação, gestão estratégica etc. Entre os palestrantes confirmados estão: Rafael Rez, fundador da Web Estratégia; Alberto André, diretor de search engine marketing e fundador do Sem Dúvida; e Pedro Quintanilha, fundador da Mentalidade Empreendedora. As inscrições custam 997 reais e podem ser feitas até dia 10 pelo link acima.

20 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: