Seleção Draft – Os gestos falam

Dani Rosolen - 7 mar 2019
A linguagem corporal também faz parte da apresentação do pitch.
COMPARTILHE

Os gestos falam
A linguagem corporal pode impulsionar ou derrubar um pitch. Provavelmente será a última coisa na cabeça de um empreendedor na hora de sua apresentação em busca de fundos, mas é importante levar esse ponto em consideração. De acordo com Alison Coleman, fundadora da produtora Coleman Media, expressões faciais, o contato visual e até gestos com as mãos revelam mais do que você imagina para os investidores. Na Forbes, ela diz que os gestos podem enfatizar positivamente o que está sendo dito mas, também, deixar “vazar” informações, caso sejam utilizados de forma errada. Um exemplo: se você afirma que sua empresa é a solução para determinado problema, porém evita fazer contato visual e seu tom de voz é inseguro, a mensagem que passa foge ao seu propósito. Lógico que isso às vezes tem a ver com nervosismo. Por isso, a dica é treinar bastante e prestar atenção aos movimentos para que se tornem naturais. Leia mais no link acima.

 

Liderança com autenticidade
Não existe um único modelo de liderança. O que funciona para um indivíduo não necessariamente dará certo para outro e não é porque uma estratégia teve êxito na semana passada que acontecerá da mesma forma hoje. “Um líder precisa constantemente ajustar e, às vezes, abandonar seus métodos”, diz o coach Dave McKeown. No Inc., ele compartilha nove práticas para líderes que estão precisando mudar, mas logo alerta: “Sinta-se à vontade para aproveitar o que for útil e esquecer do resto”. Quatro delas estão listadas abaixo e as outras detalhadas no link acima:

1) Entenda e compartilhe do propósito e não das metas de seu time;
2) Ensine seus colaboradores a tomarem boas decisões, mas deixe que façam isso sozinhos;
3) Seja um coach e não um chefe;
4) Questione o que os funcionários sente e não apenas o que pensam.

 

SoftBank na América Latina
O grupo japonês SoftBank anunciou hoje que vai criar um fundo de investimento de 5 bilhões de dólares focado em projetos de tecnologia na América Latina. O objetivo, segundo a Reuters (link acima), é ajudar empresas do seu portfólio a ampliarem seu alcance no continente. Ainda não foi divulgado onde será instalada a sede do fundo de inovação, mas já se sabe que ele será presidido por Marcelo Claure, atual presidente da Sprint e do SoftBank Group International. O foco serão negócios relacionados ao comércio eletrônico, serviços financeiros digitais, saúde, mobilidade e seguros.

 

Aceleração Visa
Vão até dia 18 as inscrições para o programa de aceleração da Visa, que ocorre entre abril e agosto, em São Paulo. Podem se inscrever negócios que já possuem receita, base de clientes e estejam em fase de crescimento nas áreas de pagamentos, transações, gestão financeira, empréstimo, big data, blockchain, machine learning, entre outras. Serão selecionadas cinco startups para o programa que inclui mentorias de executivos da Visa, possíveis investimentos e a chance de conhecer o Vale do Silício. Mais informações no link acima.

110 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: