TocaLivros, audiolivros para smartphones

Kaluan Bernardo - 20 mar 2015
Logo da empresa.
Kaluan Bernardo - 20 mar 2015
COMPARTILHE

Nome:
TocaLivros.

O que faz:
É uma plataforma de audiolivros. Com aplicativos para Android e iOS, permite que as pessoas escutem seus livros narrados diretamente no smartphone. Eles mesmos fazem acordo com as editoras, gravam os livros e os disponibilizam em sua loja virtual.

Que problema resolve:
Muitas pessoas argumentam que não leem por falta de tempo. O audiolivro permite a alguém consumir o conteúdo de uma obra enquanto está dirigindo, fazendo ginástica ou em qualquer outra situação que não conseguiria ler.

O que a torna especial:
Para seus fundadores, o serviço é uma forma de democratizar o acesso à cultura. O preço de um audiolivro é inferior ao de um livro físico e superior ao de um livro digital.

Fundação:
Novembro de 2014.

Modelo de negócios:
Lucram sobre a venda dos audiolivros.

Perfil dos fundadores:
Marcelo Camps – São Paulo (SP), 29 anos – engenheiro de produção, atuou como consultor na Softek e analista e gestor na Mãe Terra, empresa de produtos orgânicos.
Ricardo Camps – São Paulo (SP), 26 anos – formado em administração pública, trabalhou na Sabesp e na Cremer.

Como surgiu:
“Decidimos criar o Tocalivros depois de escutar mais de 18 audiolivros em inglês enquanto buscávamos um mercado interessante para investir no Brasil. Foi quando percebemos que, aqui o mercado de audiolivros não era bem desenvolvido e decidimos desbravá-lo”, contam os fundadores.

Estágio atual:
O Tocalivros está em fase de fechamento de parcerias e quer trazer novo acervo para o mercado de audiolivros no Brasil. A estimativa é chegar em plena operação até a metade deste ano, com as novas funcionalidades.

Aceleração:
Não procuram.

Necessidade de investimento:
Não há.

Investimento recebido:
Receberam 800 mil reais da Tietê Participações.

Mercado e concorrentes:
Concorrem com outras empresas, como Nossa Cultura, Livro Falante, Universidade Falada, que vendem seus produtos principalmente em CDs. A única que eles identificaram que vende audiolivros virtuais é a Nuvem de Livros.

Maiores desafios:
“Mostrar para o brasileiro que ele pode ler enquanto estiver correndo no parque, dirigindo ou mesmo fazendo academia. Queremos mostrar como os audiolivros são uma ferramenta gostosa para escutar novas histórias”, diz Marcelo.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Final de 2015.

Visão de futuro:
“Estamos criando o mercado de audiolivros com qualidade nas histórias que contamos. Buscamos mostrar para o brasileiro como é agradável escutar uma história bem contada. Espero ver mais pessoas tranquilas no trânsito e no metrô escutando histórias prazerosas, ganhando conhecimento com alguns toques no celular”, diz Marcelo.

Onde encontrar:
Site
Telefone: (11) 3103-0555

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua  iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

645 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: