yumm, um marketplace de cozinha artesanal por encomenda

Luisa Migueres - 26 fev 2016
COMPARTILHE

Nome:
yumm.

O que faz:
A startup tem um marketplace focado em comida por encomenda. Por ele, qualquer pessoa pode se candidatar para abrir sua loja gratuitamente, ou para receber esses alimentos em casa.

Que problema resolve:
A empresa tem como objetivo facilitar a vida de quem quer empreender no ramo gastronômico e encontra dificuldade de conseguir o investimento inicial e divulgar seus produtos.

O que a torna especial:
O diferencial é a curadoria que a empresa realiza. São escolhidas marcas que tenham cuidado com design, receitas originais e compromisso com a entrega do produto.

Modelo de negócio:
A startup vai passar a cobrar uma taxa sobre todas as transições feitas no site e desenvolver soluções de publicidade dentro da plataforma, onde o vendedor poderá investir uma pequena quantia e divulgar seu produto pelo período de tempo que achar interessante.

Fundação:
Março de 2015.

Sócios:
Carolina Castro – Diretora executiva
Suzana Nakamura – Diretora criativa
Rafael Tomazzi – Diretor de operações

Perfil dos fundadores:

Carolina Castro – 28 anos, São Paulo (SP) – formada em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Tem mais de seis anos de experiência em comunicação, sendo três deles na área digital. Trabalhou em assessorias de imprensa, onde atendeu marcas como Lenovo e Yahoo!,  e com e-commerce de grandes empresas, como Grupo Boticário e Dafiti.

Suzana Nakamura – 26 anos, São Paulo (SP) – formada em Design Gráfico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua há sete anos como designer e hoje trabalha no Creative Team da Dafiti.

Rafael Tomazzi – 24 anos, São Paulo (SP) – formado em Design pela Universidade Anhembi Morumbi. É designer digital, com experiência em programação e Design 3D. Passou por agências de publicidade como Dim & Canzian e Grupo Rái, e atualmente trabalha na produtora Big Studios.

Como surgiu:
Depois de acompanhar o boom dos food trucks, e ouvir muitas histórias de amigos que deixaram seus empregos para vender comida, Carol percebeu que não havia uma plataforma que facilitasse a vida de quem cozinha por encomenda. Ao mesmo tempo, ela enxergava que as pessoas estavam procurando marcas diferenciadas, com embalagens originais, uma história e apelo artesanal. “Por isso, pensei em criar um site que reunisse várias lojas de comida por encomenda em um só lugar, e que fosse acessado por pessoas que já tenham esse interesse gastronômico”, diz a fundadora.

Estágio atual:
Os sócios estão na fase de captação de clientes e desenvolvimento da plataforma. Já há uma landing page no ar, onde as pessoas podem se cadastrar como vendedor ou comprador.

Aceleração:
Não foi acelerada, mas faz parte do VaiTec, programa de investimento da Prefeitura de São Paulo.

Investimento recebido:
Foram investidos, até agora, 19 mil reais do VaiTec.

Necessidade de investimento:
Ainda não há valor definido.

Mercado e concorrentes:
“Hoje em dia, estão surgindo diversos marketplaces com esse apelo ‘feito à mão’, mas a maioria é focada em artesanato, sem destaque para produtos alimentícios”, diz Carol. A yumm considera o Mercado da Gula como único competidor direto. Entre os indiretos`, estão a Elo 7 e a Tanlup.

Maiores desafios:
Desenvolver a plataforma e aumentar a base de clientes.

Faturamento:
Ainda não faturam.

Previsão de break-even:
Os sócios esperam começar a operar no lucro, pois não fizeram investimento próprio.

Visão de futuro:
Ser a maior referência em venda de comida por encomenda do Brasil.

Onde encontrar
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

678 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: