O 4D Sustainability Canvas ajuda PMEs a incorporarem sustentabilidade em seus negócios

Dani Rosolen - 6 ago 2020
COMPARTILHE

Nome:
4D Sustainability Canvas.

O que faz:
Ajuda pequenas e médias empresas a incorporarem impacto positivo e ações de sustentabilidade em seus modelos de negócio por meio de uma metodologia colaborativa e com foco na criação de ações práticas relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.

Que problema resolve:
Facilita a jornada para a sustentabilidade em pequenas e médias empresas. “Diferente das grandes empresas que têm pessoas e recursos específicos voltados exclusivamente para o assunto da sustentabilidade, as pequenas e médias, ainda que queiram fazer alguma coisa, sofrem com falta de dinheiro, tempo e conhecimento. E isso, muitas vezes, enquanto ainda lidam com os desafios de um negócio em estágio inicial, tentando sobreviver ao dia o dia”, afirmam os sócios.

O que a torna especial:
Segundo os cofundadores, o 4D Sustainability Canvas oferece uma solução acessível, simplificada e colaborativa para pequenas e médias empresas que não têm tempo e recursos suficientes para implementar esse tipo de ação. “Em um workshop online de quatro horas, em dois dias, é possível passar por todo o processo e sair com ações práticas definidas e que podem ter sua implantação iniciada imediatamente.”

Modelo de negócio:
Por ora, o Canvas é disponibilizado gratuitamente para download no site para empresas que queiram realizar o processo por conta própria. Também é possível a contratação de um workshop sobre a metodologia (no momento de forma online por causa do coronavírus).

Fundação:
Janeiro de 2020.

Sócios:
Liza Degtyareva Cofundadora
Luiz Beltrami Cofundador

Fundadores:

Liza Degtyareva — 34 anos, Budapeste (Hungria) gerenciou projetos em grandes empresas multinacionais na Hungria, Rússia e Reino Unido. Na Inglaterra, trabalhou na consultoria Capgemini e na incubadora de negócios Hatch Enterprise. Quando esteve no Brasil, teve oportunidade de trabalhar junto à fintech Firgun. É membro da rede do Cambridge Institute for Sustainability Leadership e, em 2019, participou da formação em Gestão da Inovação Social do Instituto Amani.

Luiz Beltrami — 36 anos, São Paulo (SP) é formado em Publicidade e Propaganda e pós-graduado pelo Instituto Amani. Foi sócio da La Gracia, consultoria de comunicação com foco em humanização.

Como surgiu:
Todo o processo de criação, ideação e prototipação aconteceu dentro da formação do Instituto Amani. Liza veio para o Brasil especificamente para esse curso e acabou estendendo sua estada até pouco tempo, quando decidiu retornar para a Hungria devido à situação do coronavírus e a iminente impossibilidade de retornar ao seu país.

Estágio atual:
O 4D Sustainability Canvas opera remotamente, sendo que cada sócio está em seu país tentando alavancar o negócio local e globalmente. Os cofundadores já aplicaram
a metodologia em quatro empresas e outras 170 já baixaram as ferramentas disponíveis para download no site do negócio. Além disso, os sócios desenvolveram parcerias como o Impact Hub, na Hungria, e com a ABRAPS (Associação Brasileira dos Profissionais Pela Sustentabilidade) no Brasil. 

Aceleração:
Não buscam.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 5 mil reais do próprio bolso no 4D Sustainability Canvas.

Necessidade de investimento:
“Acreditamos que um aporte de cerca de 250 mil reais pensando nos próximos 12 meses nos permitiria contratar um time fixo, considerando pessoas para atuar com marketing, vendas, TI e análise de dados, por exemplo. Além disso, claro, investir no desenvolvimento dos produtos e soluções, bem como o próprio site da empresa”,  fala Luiz.

Mercado e concorrentes:
“Com a discussão sobre o “novo normal” e que tipo de mundo queremos para o pós-pandemia, temos uma grande oportunidade já que podemos ser parte importante desse processo de reconstrução”, afirma Luiz. Sobre concorrentes, ele diz: “Tecnicamente, qualquer consultoria de sustentabilidade poderia ser encarada como um concorrente. Mas entendemos que podemos ser mais uma peça do ecossistema e trabalhar com parcerias. O mesmo vale, por exemplo, para iniciativas como o Sistema B. Não temos a ambição de substituir movimentos como esse, muito pelo contrário. Nossa ideia é abraçar organizações que hoje não se sentem prontas para buscar um selo ou algo do tipo, mas que com toda certeza poderão fazer isso como um próximo passo.”

Maiores desafios:
“Com poucos recursos e apenas duas pessoas na operação de toda a empresa, e sem contar com especialistas em áreas-chave como TI, por exemplo, é um grande desafio crescer e ganhar escala. Ainda assim, acreditamos que é um ótimo momento para fazer contatos e mobilizar parcerias, o que já vem acontecendo, inclusive. Estamos otimistas!”

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
Metade de 2021.

Visão de futuro:
“Queremos oferecer soluções simples, acessíveis e colaborativas para facilitar a jornada de pequenas e médias na transformação de seus negócios considerando o impacto positivo e o valor gerado para as pessoas e para o planeta.”

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

1704 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: