A More Than Real Desenvolve soluções com tecnologias imersivas para empresas

Dani Rosolen - 24 maio 2019
COMPARTILHE

Nome:
More Than Real.

O que faz:
Desenvolve soluções de Realidade Aumentada (AR) e Realidade Virtual (VR) para empresas.

Que problema resolve:
Com tecnologias imersivas, busca auxiliar marcas globais a atingir seus objetivos no processo de transformação digital. “Do brand awareness às soluções de negócios, estamos redefinindo o conceito de customer experience.”

O que a torna especial:
Segundo o fundador, atualmente, poucas empresas criam experiências em redes sociais ou aplicações que interferem na jornada dos usuários/clientes facilitando o processo de experimentação de produtos ou proporcionando a sensação que a marca quer comunicar.

Modelo de negócio:
As empresas pagam por projeto executado e, de acordo com o empreendedor, o preço cobrado varia muito de acordo com o tipo de experiência, complexidade das interações, complexidade da produção dos assets (3D, 2D, animações 3D, texturas realistas ou não, animações 2D via software, animações 2D por ilustrações etc). Além deste serviço, a empresa oferece um sistema próprio de análise de métricas que permite entender o comportamento dos usuários ao fazer uso das experiências de Realidade Aumentada, trazendo insights como o tempo gasto com o produto A em comparação ao produto B.

Fundação:
Julho de 2018.

Sócio:
Marcos Trinca — Fundador e Head de XR

Fundador:

Marcos Trinca — 42 anos, Ribeirão Preto (SP) — é formado em Música pela Faculdade Santa Marcelina e cursa Matemática na Unisul. Tem especialização em DeepLearning pelo instituto americano DeepLearning.ai, uma iniciativa do Andrew Ng. É fundador do Lab de Inteligência Artificial Minda.ai.

Como surgiu:
A VOCS, produtora audiovisual que atua no mercado de live streaming e produção audiovisual há 12 anos, se juntou com Marcos para montar a empresa, inicialmente como um departamento dentro da VOCS. Posteriormente, realizou-se uma spin off do negócio.

Estágio atual:
A More Than Real atua no modelo B2B e atende 19 empresas, entre elas Mastercard, Natura, Citroen, Coca-Cola, Trident, Boticário, Itaú e Mitsubishi.

Aceleração:
Não busca aceleração no momento.

Investimento recebido:
A VOCS investiu cerca de 350 mil para dar início à startup.

Necessidade de investimento:
No momento, o empreendedor não busca um aporte.

Mercado e concorrentes:
“As tecnologias imersivas estão em fase embrionária, mas temos tido um crescimento acelerado por conta da demanda e sabemos que no futuro próximo Realidade Aumentada fará parte do dia a dia das pessoas, assim como o smartphone faz hoje. A previsão do mercado de AR para 2023 é de 75 bilhões de dólares”, diz Marcos. Ele aponta como concorrentes diretos  a VZLab e a 3DAR .

Maiores desafios:
“A tecnologia é muito nova e falta mão de obra com conhecimento prático. Geralmente, contratamos pessoas que tiveram algum envolvimento com digital e treinamos para que possam performar neste novo mercado”, afirma o fundador.

Faturamento:
1 milhão de reais (de julho a dezembro de 2018).

Previsão de break-even:
Já foi atingido em dezembro de 2018.

Visão de futuro:
“Queremos ser referência mundial no novo modelo de consumo de informação, produtos e serviços que está nascendo por meio das tecnologias imersivas. Tim Cook, CEO da Apple, diz que a revolução da Realidade Aumentada será maior do que a revolução que o smartphone trouxe para a sociedade. Queremos ser a marca que as empresas verão com segurança para ajudá-las a fazer o melhor proveito possível dentro deste novo paradigma de consumo.”

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

47 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: