A Real Valor é uma plataforma que facilita o acesso a informações sobre investimentos

Dani Rosolen - 16 jan 2020
COMPARTILHE

Nome:
Real Valor.

O que faz:
É uma plataforma gratuita para acompanhar e controlar investimentos em um lugar só.

Que problema resolve:
Resolve a dificuldade no acesso a informações (o usuário não precisa abrir aplicativos e sites de todas as corretoras) e ajuda no controle de gestão, disponibilizando uma comparação da carteira do usuário com o mercado para que ele entenda quais ativos são responsáveis pelos seus ganhos e quais são responsáveis pelas suas perdas.

O que a torna especial:
A Real Valor oferece um serviço de assessoria para usuários que estão tendo dificuldades em atingir suas metas e conta com um robô que importa todos os investimentos de qualquer corretora. “Com ele, é possível ver a fundo se os investimentos estão performando, de ações a tesouro direto, renda fixa a fundos de investimento”, dizem os sócios.

Modelo de negócio:
A ferramenta é gratuita para os usuários. A monetização vem de parcerias para geração de leads.

Fundação:
Janeiro de 2017, com lançamento em maio de 2017.

Sócios:
Eduardo Belotti — CEO
Gabriel Farias — CTO

Fundadores:

Eduardo Belotti — 27 anos, Macaé (RJ) — é formado em Engenharia Mecânica pela PUC-Rio. Trabalhou na Falconi.

Gabriel Farias — 27 anos, Salvador (BA) — é formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Trabalhou na Bain & Company.

Como surgiu:
A Real Valor foi criada depois que Eduardo e Gabriel, amigos desde a época de colégio, se demitirem de seus empregos em consultorias. A empresa surgiu na biblioteca da PUC-Rio e, nos primeiros meses, o foco foi o desenvolvimento de um app que pudesse ajudar as pessoas a acompanhar melhor os investimentos. Com seis meses de empresa, a Real Valor passou num processo de aceleração na ACE em São Paulo. Durante a aceleração, a empresa pivotou diversas vezes. Ela começou com um modelo freemium, depois um modelo de parcerias, até chegar ao modelo atual que vem rodando há dois meses.

Estágio atual:
O app tem mais de 90 mil downloads e “a maior nota dentre os consolidadores de investimento, tanto na PlayStore quanto na AppStore”. O escritório da fintech fica na Praia do Flamengo (RJ).

Aceleração:
A startup foi acelerada pela ACE.

Investimento recebido:
Recebeu um investimento de 150 mil reais da aceleradora em parceria com o BMG Uptech.

Necessidade de investimento:
Não busca no momento.

Mercado e concorrentes:
“Ultimamente temos visto o fenômeno de financial deepening, que é basicamente as pessoas investindo cada vez mais ou buscando ativos rebuscados. Todo o mercado está crescendo: há cada vez mais investidores na bolsa, no tesouro direto e influenciadores que falam de investimentos. A tendência é que a quantidade de potenciais usuários da Real Valor cresca junto com todo o mercado”, afirma o CEO. Ele aponta como principais concorrentes, em ordem de importância, o Trademap, Gorila Invest, Kinvo e Fliper.

Maiores desafios:
“Continuar crescendo o número de usuários no ritmo que crescemos em 2019, ou seja, quase dez vezes em 12 meses. E crescer também o faturamento, que começamos a ter em novembro e ainda estamos aparando algumas arestas”, diz Eduardo.

Faturamento:
210 mil reais (em 2019).

Previsão de break-even:
Dezembro de 2020.

Visão de futuro:
“A meta agora é terminar 2020 com 300 mil usuários e uma receita mensal de R$ 150 mil.”

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

2618 Total Views 10 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: