APRESENTA
APRESENTA

“A verdadeira inovação deve ser centrada no valor para as pessoas”

Fernanda Cury - 11 mar 2016
"É fundamental que as empresas se perguntem: 'Estou entregando a melhor experiência para o meu cliente?'"
Fernanda Cury - 11 mar 2016
COMPARTILHE

 

Você sabe o que inovar? Entende a importância desta habilidade para o crescimento de sua empresa? Caso suas respostas para estas perguntas tenham sido “não” ou “talvez”, este texto é essencial pra você. Afinal, conhecer o processo de inovação e aprender como aplicar suas principais ferramentas na busca de soluções criativas para o seu negócio são passos fundamentais que irão ajudá-la na sua rotina empreendedora. Para esclarecer suas dúvidas, conversamos com Ellen Kiss, Superintendente de Inovação do ‎Itaú Unibanco, uma expert no assunto. Confira!

O que é inovar?

Inovar é a habilidade de entregar soluções que sejam essencialmente desejáveis pelas pessoas, mas também tecnicamente possíveis e financeiramente viáveis. O equilíbrio destes três elementos permite a criação de valor para toda a cadeia. Historicamente muitas empresas priorizavam a eficiência e os custos em detrimento de uma boa experiência. Esta estratégia mostrou-se frágil, já que somente um player, ou seja, uma empresa, sai vencedora. Somente um produto pode ser o mais barato. O oposto a isso é a entrega de uma experiência tão agradável, uma solução tão inovadora, que faz com que as pessoas tenham preferência pelo seu produto ou serviço. Pense no Uber x Taxis, Apple x Microsoft ou mesmo o Starbucks em relação aos demais cafés. Experiências mais caras sob o aspecto financeiro, porém com maior valor para o cliente, maiores margens para a empresa e maior retorno para a sociedade. A verdadeira inovação deve ser centrada no valor para as pessoas.

Como superar as dificuldades na hora de estimular a criatividade?

Considerando que as pessoas são o foco da inovação, um bom começo é buscar entendê-las. Colocar-se no lugar dos outros e entender aquela situação a partir da sua perspectiva. Muitos executivos tendem a acreditar que conhecem tudo sobre seu cliente e seu produto, mas em grande parte das vezes possuem uma visão míope e tiram conclusões a partir das suas próprias crenças. Portanto, um conselho é que o empreendedor saia do escritório e vá a campo, converse com as pessoas, observe como elas compram seu produto, como abrem a embalagem (se este for o caso), como utilizam o produto e até mesmo como o descartam. É impressionante o aprendizado gerado a partir de um exercício simples como este.

 

No bate papo Ellen ainda fala sobre a importância da inovação para o crescimento das empresas e indicou as principais ferramentas que ajudam nesta tarefa. Confira tudo isso e muito mais na entrevista completa no Itaú Mulher Empreendedora, uma plataforma feita para mulheres que acreditam nos seus sonhos. Não deixe de conferir (e se inspirar)!

 

draft-banner-2-2

822 Total Views 1 Views Today
APRESENTA
COMPARTILHE
APRESENTA

Confira Também: