Como uma turma de amigos está devolvendo vida a uma praça em São Paulo

Carol Muniz - 6 out 2014Sabe o que fazer diante de uma praça abandonada perto de sua casa? Ocupe. Com muito amor e carinho.
Sabe o que fazer diante de uma praça abandonada perto de sua casa? Ocupe. Com muito amor e carinho.
Carol Muniz - 6 out 2014
COMPARTILHE

Foi depois de uma partida de basquete na quadra da praça Abelardo Rocas, na região do Sumaré, em São Paulo, que um grupo de amigos resolveu se mobilizar em torno de uma nova jogada: revitalizar aquele espaço público. Eles perceberam a necessidade de reformas estruturais no lugar, que vinha sofrendo com a ausência da comunidade local.

Nascia, ali, o projeto Abelardo Rocks, apoiado pelo Movimento Natura. “As pessoas foram deixando de usar a praça. A grama estava alta e havia muita sujeira. Os brinquedos infantis e a quadra esportiva também pediam por manutenção”, diz Ivan Staicov, especialista em sustentabilidade e um dos líderes do projeto, iniciado em janeiro de 2014.

De lá para cá, a turma de amigos, que atua de forma voluntária, já enumera conquistas bacanas: a comunidade foi mobilizada e curtiu a ideia, a quadra foi pintada parcialmente, a grama foi cortada e mutirões de limpeza foram feitos. Diferentes atividades de lazer e bem-estar – como a Sanduichada da Praça, realizada em um domingo de março, piqueniques e aulas de ginástica funcional – estão fazendo da Abelardo Rocas um espaço bacana de convívio novamente.

Alguns eventos de arrecadação de fundos para as reformas chegaram a reunir cerca de 200 pessoas. E todo mundo vem colocando a mão na massa com o time do projeto. “A ativação da comunidade foi uma grata surpresa. Logo nos primeiros eventos recebemos munícipes dispostos a ajudar o projeto tanto intelectualmente quanto nos trabalhos braçais. Buscamos sinergia com iniciativas locais, privadas e o poder público. E estamos aguardando a aprovação da adoção da praça junto à subprefeitura da Lapa”, afirma Ivan.

Ainda entre as metas do Abelardo Rocks estão a revitalização das áreas verdes e plantio de mudas nativas; instalação de lixeiras que incentivem a coleta seletiva de resíduos, instalação de placas de conscientização socioambiental e criação de horta comunitária. “Espero que, dentro de cinco anos, a praça tenha se tornado um modelo para implementarmos em outras praças da cidade.”

Conheça mais do trabalho do Abelardo Rocks e do Movimento Natura. E veja como inscrever lá projetos sociais que você admira e gostaria de ajudar.

Esta matéria, e muitas outras conversas de marca da Natura, podem ser encontradas na Sala de Bem-Estar, no Rede Natura. Seja bem-vindo!

594 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: