Deixou para reservar um hotel de última hora? A Escaper consegue uma vaga para você

Dani Rosolen - 30 dez 2020
COMPARTILHE

Nome:
Escaper.

O que faz:
É uma plataforma de reserva de hotéis de última hora em todo o Brasil e atrações especiais em Balneário Camboriú (SC) e Gramado (RS).

Que problema resolve:
Para os consumidores, oferece a possibilidade de conseguirem realizar uma programação de lazer de última hora. Para hotéis, permite ocupar um quarto que passaria a noite vazio.

O que a torna especial:
Segundo os sócios, o diferencial é ajudar clientes a economizar dinheiro e tempo ao disponibilizar ofertas válidas apenas para o dia.

Modelo de negócio:
A Escaper fica com uma comissão pelos serviços comprados dentro da plataforma.

Fundação:
Fevereiro de 2019.

Sócios:
Eduardo Salles — CEO
Pedro Goidanich — CTO

Fundadores:

Eduardo Salles — 36 anos, São Carlos (SP) — é formado em Administração de Empresas pela Universidade do Vale do Itajaí, com MBA pela Manchester Business School. Foi cofundador da Nitrix Energy e da Joyz.

Pedro Goidanich 35 anos, Brasília (DF) — é formado em Engenharia de Produção pela PUC. É CEO da Joyz .

Como surgiu:
Os sócios contam que a ideia nasceu de uma necessidade pessoal. “O modelo tradicional para reservar um hotel nos obriga a planejar com antecedência para obter vantagens, mas infelizmente esse formato não dá margem para imprevistos. Criamos um produto mínimo viável e testamos em uma única cidade, começaram a entrar usuários e reservas até que conseguimos atenção de mais parceiros e pessoas para integrar a nossa comunidade”, afirma Eduardo.

Estágio atual:
A Escaper tem escritórios em Balneário Camboriú (SC) e Porto Alegre (RS), conta com uma base de 60 mil usuários cadastrados, sendo 22 mil ativos mensalmente.

Aceleração:
A startup foi acelerada pela WOW.

Investimento recebido:
O negócio recebeu 200 mil reais da aceleradora.

Necessidade de investimento:
Querem captar mais investimento, mas ainda não definiram o valor do aporte.

Mercado e concorrentes:
“O novo normal mudou os hábitos de consumo do nosso mercado. As pessoas buscam escapar da rotina com menos programação. Temos sucesso em reverter o tempo ocioso dos nossos parceiros em vantagens para a nossa comunidade”, conta Eduardo. Ele cita como concorrentes indiretos o Booking.com e empresas similares para reservas de hotéis.

Maiores desafios:
“O maior desafio é cultural. O brasileiro tem receio de ficar sem um lugar para dormir e ainda prefere reservar com antecedência. Tirando datas festivas, sempre terá um quarto de hotel disponível. Países mais desenvolvidos já quebraram esse paradigma. Nos Estados Unidos, por exemplo, mais de 50% das reservas de hotéis são feitas de última hora.”

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Não há uma previsão ainda.

Visão de futuro:
“Acreditamos que podemos multiplicar a nossa comunidade na América Latina e nos tornarmos uma plataforma capaz de extinguir a necessidade de programação entregando uma experiência incrível aos nossos usuários”, diz Eduardo.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

2247 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: