Fast Dating Tecnisa: como surgiu uma das maiores inovações do mercado imobiliário brasileiro

Joana Andrade - 4 dez 2014Você tem 10 minutos para convencer a alta direção da Tecnisa de quem tem uma solução supimpa para atender a uma demandas dos clientes da construtora. Topa?
Você tem 10 minutos para convencer a alta direção da Tecnisa de que tem uma solução supimpa para atender melhor os clientes da construtora. Topa?
Joana Andrade - 4 dez 2014
COMPARTILHE

Quando, em 2002, a Tecnisa inaugurou seu canal de vendas online – se lançando como a primeira empresa a usar a internet para comercializar imóveis – e usou a plataforma para estreitar o relacionamento com o seu cliente, ainda não se imaginava que ela também seria a primeira empresa no mundo a fazer a venda de um apartamento pelo Twitter.
Começava ali uma série de inovações disruptivas que, ao longo desses mais de 10 anos de experiências no mundo digital, fizeram da Tecnisa uma referência em inovação no país – dentro e fora do setor imobiliário.

Na próxima quarta, dia 10 dezembro, a construtora realiza a 46ª edição do Fast Dating, uma espécie de rodada de negócios em que empreendedoras de vários portes apresentam ideias, soluções, produtos e serviços relacionados às áreas de atuação da Tecnisa. O “Fast” se deve aos 10 minutos que os empreendedores têm para apresentar seus projetos diante de um comitê formado por decisores de diversas áreas da construtora.

O Fast Dating, lançado em 2011, é uma evolução quase orgânica do trabalho de crowdsourcing que a Tecnisa vinha realizando desde 2006, com o lançamento do blog corporativo, definido por Denilson Novelli, gerente de Ambientes Digitais da empresa, como a primeira rede social usada pela marca. “O Blog foi um grande desafio, pois dávamos início a um canal transparente de comunicação com o cliente. Recebíamos críticas, sugestões e comentários que antes não chegavam até nós”, diz.

A partir daí a Tecnisa passou a ouvir mais de perto a voz do consumidor. E teve a oportunidade de entender mais profundamente o que os clientes estavam buscando. Baseando-se em plataformas de crowdsourcing como Battle of Concepts e o Zooppa, a Tecnisa lançou o seu próprio canal de troca de experiências, o Tecnisa Ideias – uma das primeiras plataformas de Open Innovation lançadas no Brasil.

A partir daí, passou a ser natural e parte da rotina de criação da empresa escutar os diversos públicos sobre como os empreendimentos e experiências Tecnisa poderiam ser ainda mais adequados às necessidades de seus consumidores.

“Dessas experiências, foram surgindo uma série de iniciativas que posteriormente seriam implantadas em nossos empreendimentos, como, por exemplo, um medidor de energia elétrica, sugerido por um dos clientes que gostaria de acompanhar os gastos em seu apartamento e poder traçar dentro de casa a sua estratégia de economia”, diz Denilson.

A partir dessa sugestão, a Tecnisa consultou o seu comitê de P&D – também conhecido como Pesquisa e Desenvolvimento – e conseguiu adaptar um aparelho para funcionar dentro de um apartamento, com o qual se podia medir o consumo e fazer uma projeção de custos. “Essa solução foi implantada justamente em uma linha econômica criada pela Tecnisa, o Tecnisa Flex, em que as pessoas tinham ainda mais preocupação com os gastos mensais. Foi uma solução nova, pioneira, que ouviu o consumidor para agregar valor à nossa oferta, e que se tornou um diferencial importante na decisão de compra”.

Considerando a interação bem-sucedida com seus consumidores como mais “uma fonte de inovação”, a Tecnisa detectou a necessidade de ampliar a experiência para empresas, formando um outro pilar de inovação da marca. “Percebemos que também existem oportunidades para que os empreendedores colaborem com soluções para o nosso dia-a-dia. Então resolvemos abrir as portas para eles, de forma mais organizada, da mesma maneira que fizemos em relação aos consumidores com o Tecnisa Ideias”, diz Denilson.

Foi assim que, em 2011, nascia o embrião do Fast Dating dentro da área digital da Tecnisa. “Seguimos o conceito de observar e escutar o que as pessoas e empresas estão fazendo, aportando essas ideias e apostando nas soluções que elas nos trazem. Assim descobrimos e implantamos muitas inovações”, diz Denilson.

O contato da Tecnisa com novas ideias vindas de empreendedores munidos de soluções tecnológicas, que sempre existiu de forma não centralizada, passou então a ser organizado de modo a otimizar as reuniões de primeiro contato, aumentar a quantidade de novas empresas atendidas e ampliar o acesso da construtora a novas ideias e soluções.
Deu muito certo. Amanhã a gente conta mais.
Acompanhe a série Fast Dating Tecnisa no Draft. No capítulo de amanhã: como funciona o programa.
E se você gostou da iniciativa e tem uma boa ideia para apresentar à Tecnisa, acompanhe a programação do Fast Dating Tecnisa e inscreva já o seu projeto!

977 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: