APRESENTA
APRESENTA

Em parceria com Instituto Stop Hunger, horta urbana de Paraisópolis já produziu mais de 1,2 tonelada de hortaliças

Cláudia de Castro Lima - 28 out 2021
O projeto Horta AgroFavela-Refazenda de Paraisópolis
Cláudia de Castro Lima - 28 out 2021
COMPARTILHE

Inaugurado em outubro de 2020, o projeto Horta AgroFavela-Refazenda é um espaço de mais de 900 metros quadrados que parece um bem cuidado jardim.

Localizado nos fundos do galpão do G10 Favelas, logo na entrada de Paraisópolis, a segunda maior favela de São Paulo, ele conta com centenas de vasos, canteiros e uma grande horta vertical com capacidade de produção de 960 pés de hortaliças.

Tudo isso permeado por vasos de flores, que, cuidadosamente escolhidas, servem como repelentes de insetos, já que toda a produção é orgânica.

O Horta AgroFavela, que tem 80% de seus custos subsidiados pelo Instituto Stop Hunger Brasil, organização mantida pelo Grupo Sodexo, é parceira do Bistrô Mãos de Maria e também capacita mulheres da comunidade para a produção de hortaliças em casa.

De outubro do ano passado até agosto, já foram produzidas 1 tonelada e 274 quilos de hortaliças, beneficiando 1.809 pessoas direta e 9.045 indiretamente.

Os legumes, verduras e frutas são destinados ao programa Marmitas de Maria, que distribui cerca de 2 mil quentinhas para a população da favela – que, em 16 de setembro, comemorou 100 anos de existência desde o surgimento do loteamento na região do Morumbi.

No vídeo abaixo, conheça mais sobre esse projeto tão essencial especialmente em tempos de pandemia. Dê um play!

671 Total Views 2 Views Today
APRESENTA
COMPARTILHE
APRESENTA

Confira Também: