APRESENTA

Você ouve falar de LGPD e compliance e fica entediado? Sodexo organiza evento para mostrar que pode haver leveza nos temas

Cláudia de Castro Lima - 5 nov 2020
A 3ª Semana do Compliance da Sodexo Benefícios e Incentivos, que acontece entre 9 e 13 de novembro, traz conceitos e treinamentos das políticas da empresa de forma lúdica, usando games como escape room e shows de ilusionismo.
COMPARTILHE

Você faz uma pesquisa pela internet para saber quanto custa um micro-ondas. Minutos depois, passa a receber dezenas de e-mails com ofertas e se pergunta como tantas empresas conseguiram seu endereço eletrônico. Quem não se reconheceu na situação que atire o primeiro eletrodoméstico.

É para evitar que seus dados – como e-mail, nome ou CPF, entre vários outros – sejam divulgados e compartilhados de forma indevida, que a Lei Geral de Proteção de Dados, a famosa LGPD, foi pensada.

Tatianne Junco, a diretora jurídica da Sodexo

De número 13.709, a lei que regulamenta o uso de dados pessoais, dando aos titulares mais segurança, foi publicada em 2018, mas sofreu algumas alterações até entrar em vigência, em setembro último.

A partir de agora, eu, você e todo cidadão passamos a ter o direito de saber das organizações como nossos dados foram coletados, por que eles querem usá-los, com quem compartilham e por quanto tempo serão armazenados. Um ganho e tanto.

“No universo do compliance, esse é um dos assuntos mais falados do momento”, afirma Tatianne Junco, diretora jurídica da Sodexo Benefícios e Incentivos.

“A LGPD vai exigir projetos de adequação das empresas, com revisão da política de privacidade e de contratos e readequação das utilizações de dados.”

Não à toa, a nova legislação é um dos temas principais da 3ª Semana do Compliance, que a Sodexo oferece, este ano de forma totalmente digital, para seus colaboradores entre 9 e 13 de novembro. Calma, não pare de ler aqui. A ideia da Sodexo é mostrar que, sim, temas de compliance podem ser divertidos.

NÃO TORÇA O NARIZ: COMPLIANCE É LEGAL

Compliance vem do verbo inglês comply, que quer dizer agir ou atuar de acordo com as regras. No universo corporativo, compliance tem relação com a conduta da empresa e sua adequação às normas dos órgãos regulatórios.

“Temos dois lemas na Sodexo: ‘juntos no caminho certo’ e ‘descomplica o compliance’, e este evento está relacionado a isso”, conta Tatianne.

A ideia da Semana do Compliance, ela explica, é tratar de temas como políticas de recebimento de brindes ou políticas anticorrupção de forma leve, descontraída e até – por que não? – lúdica.

Para treinar os colaboradores em combate ao assédio, por exemplo, a organização do evento, que Tatianne lidera, preparou um jogo: um escape room virtual. A própria Sodexo é o cenário do jogo, em que os participantes devem, juntos, solucionar enigmas para escapar de uma sala.

“O jogo simula uma situação de perigo em que os colaboradores, organizados em grupos, precisam desvendar os enigmas que têm relação ao combate ao assédio”, explica a executiva. “Conforme vão resolvendo-os, vai sendo possível escapar da sala.”

Para tratar dos conceitos que constam dentro das 14 condutas que se esperam dos colaboradores da empresa, a Semana do Compliance vai trazer as normas dentro do contexto de um show de ilusionismo virtual.

“Alguns treinamentos obrigatórios de compliance vão ser feitos durante o evento, sempre dessa forma leve”, diz Tatianne.

“O compliance deixou de ser uma área carrancuda para se tornar mais palatável e próxima do colaborador. E isso é muito melhor para endereçar soluções com as várias áreas de negócio.”

A executiva afirma que tratar de compliance pode ser, sim, algo descontraído. “Queremos, assim, suavizar assuntos delicados e aproximar os conceitos da vida do colaborador. Ele os compreende muito melhor dessa forma. Os temas podem ser sérios mesmo quando tratados com descontração.”

TRABALHO ROBUSTO INTERNO EM RELAÇÃO À LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados vai ganhar, na 3ª Semana do Compliance, uma palestra para ser dissecada – de forma, clara, leve e próxima da vida do colaborador.

A própria Tatianne estará ao lado da advogada Rubia Ferrão, sócia-fundadora da Pigão, Ferrão e Fioravante Sociedade de Advogados e professora de Direito Digital.

“Não vamos tratar do tema só dentro do compliance da Sodexo, mas trazer para a vida pessoal do colaborador, olhando para seus direitos, para que então ele saiba suas responsabilidades como colaborador Sodexo quando tratamos dados pessoais dos nossos usuários”, diz a diretora jurídica.

Na empresa, ela conta, o assunto já vem sendo tratado há um ano, com um projeto de adequação muito robusto, para o qual a companhia conta com a parceria, entre outros consultores, do advogado Gustavo Artese, da Viseu Advogados.

“Somos uma empresa francesa, e temos experiência com a GDPR [General Data Protection Regulation], que é o Regulamento Geral de Proteção de Dados europeu e já vigora há dois anos”, explica.

O projeto de tratamento de dados pessoais feito na matriz está passando por um processo de “tropicalização” – ou seja, adaptação aos parâmetros nacionais. “Estamos fazendo um mapeamento de todos os tratamentos de dados pessoais feitos pela Sodexo e já estamos executando os planos de ação”, afirma a executiva.

“Eles envolvem revisão de políticas de privacidade, revisão das finalidades e utilizações dos dados coletados, contrato de fornecedores, contrato de clientes. Além disso, vamos ter um canal dedicado à comunicação com o usuário, pelo qual ele pode fazer solicitações que a legislação permite. Isso é um diferencial da Sodexo.”

1552 Total Views 4 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: