APRESENTA
APRESENTA

Peixe da Seara? Agora tem! Descubra como a marca se tornou a primeira gigante a explorar o nicho de pescados congelados

Bruna Fontes - 5 jul 2021
A nova linha da Seara traz peixes e frutos do mar congelados com a proposta de democratizar o consumo por meio do pequeno varejo
Bruna Fontes - 5 jul 2021
COMPARTILHE

Não é exagero dizer que o mar está para peixe no mercado de pescados no Brasil. A produção cresceu 31% entre 2014 e 2019. Em 2020, chegou à marca de 802,3 mil toneladas –5,9% a mais do que no ano anterior, registra a Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR).

Mas os peixes e os frutos do mar ainda têm muito espaço a ocupar no prato dos brasileiros. Nosso consumo per capita está na ordem de 9,3 kg por ano, enquanto a média mundial é de 20,5 kg, segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura).

De olho nesse potencial de crescimento de consumo, a Seara decidiu encarar um novo desafio e surpreender seu consumidor mais uma vez: ser a primeira gigante do mercado de proteína animal a oferecer peixes e frutos do mar congelados. Desenvolvida ao longo de 2020, a Linha Pescados chegou ao varejo em março de 2021.

“Nosso objetivo é democratizar o consumo de peixe e frutos do mar no país.

Queremos chegar a mais lares, e faremos isso por meio do pequeno varejo”, explica Sandro Facchini, head do negócio de pescados da Seara.

“Vimos que existia essa grande oportunidade: além de ajudar o pequeno varejo com um mix mais completo e de maior valor agregado, podemos pulverizar a distribuição dos produtos e torná-los cada vez acessíveis aos brasileiros. A distribuição nesse canal é um dos grandes diferenciais da Seara na categoria.”

Os primeiros produtos da Linha Pescados a chegar aos mercados foram filé de tilápia, filé e lombo de salmão, camarão, kit paella, mexilhão e anéis de lula. “A tilápia é o carro-chefe porque é o peixe mais consumido do Brasil”, afirma Beatriz Menderico, gerente de produtos da Seara – e novos produtos ainda estão por vir.

Para deixar o dia a dia mais prático, dois destaques são o camarão empanado e o kit paella (que inova ao trazer polvo no mix, como manda a tradicional receita espanhola). “O consumo de peixe aumentou durante a pandemia, então quisemos trazer opções fáceis de fazer e que caibam no happy hour em casa”, explica Beatriz.

O público aprovou. “A receita de paella foi a segunda mais acessada no canal de receitas da Seara”, completa a gerente. Para quem curte cozinhar, vem mais por aí:

A partir de julho, as embalagens terão um QR Code que leva ao site com receitas e dicas de preparo de peixes e frutos do mar.

“Essa ainda é uma barreira ao consumo. As pessoas gostariam de consumir mais peixe, mas não sabem como preparar ou já estão cansadas das receitas de sempre. Por isso vamos oferecer múltiplas opções e mostrar a versatilidade dos pescados e a diversidade de pratos que podem ser preparados com eles”, comenta Daniela Zucchini, executiva de marketing da Seara.

 

A ESTRATÉGIA DE CONQUISTA

De saída, o primeiro passo para conquistar os pequenos varejistas foi desenvolver embalagens menores, diferentes das grandes caixas para venda em atacado oferecidas pela concorrência. “Com o nosso time de 2.500 promotores de vendas, temos a possibilidade de fazer caixas menores e abastecer esses pontos de venda”, afirma Daniela.

Aproveitando a abrangência nacional, a Seara usou seu braço logístico de grande capilaridade e ativou seus centros de distribuição e suas equipes de promotores para chegar a pontos de venda em todo o País.

“Mais de 60% das nossas vendas são nos pequenos, onde ninguém chega”, afirma Facchini. Queremos que o consumidor encontre no mercado do seu bairro o mesmo produto que está disponível nas grandes redes, com a mesma qualidade.”

Para garantir a qualidade do produto que vai para a mesa de seus consumidores, a Seara dedicou uma equipe exclusivamente a isso na Linha Pescados. Sua missão é manter o alto padrão da marca: o time é responsável por garantir que as exigências e os protocolos da companhia sejam seguidos desde a origem da matéria-prima até o ponto de venda.

Para começar, a Seara só trabalha com fornecedores de qualidade, especialmente com os que possuem certificações de segurança alimentar, criação sustentável e bem-estar animal.

“Os peixes e frutos do mar são congelados na origem para manter o frescor e as características nutricionais.

Fazemos auditorias regulares nos fornecedores para manter um alto padrão de qualidade”, conta Edison Antonio de Souza, especialista de qualidade e P&D do negócio Pescados. “Além disso, solicitamos análises laboratoriais e verificamos regularmente as condições sensoriais dos produtos e embalagens.”

Ele revela o segredo para entregar os pescados nas condições ideais: o controle sobre a cadeia de frio no armazenamento e no transporte. Desde a coleta no fornecedor até a chegada no centro de distribuição, os produtos mantêm a temperatura ideal. “Tudo é feito com um cuidado muito grande”, conclui Sandro.

 

QUER ALGUMAS RAZÕES PARA COMER MAIS PEIXE?

 

Faz bem para o cérebro

Peixes e frutos do mar são ricos em ômega 3, gorduras essenciais para o bom desenvolvimento do cérebro

 

Estimula a tireoide

Frutos do mar são a única fonte natural de iodo, importante para o funcionamento da tireoide e para o desenvolvimento neurológico

 

Ativa o sistema imunológico

Além de ser essencial para o desenvolvimento mental, a vitamina D regula o sistema imunológico e mantém a saúde dos ossos

 

Fonte: FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura)

 

Siga a Seara nas redes sociais: @searabrasil.

1922 Total Views 1 Views Today
APRESENTA
COMPARTILHE
APRESENTA

Confira Também: