O banco digital Dank Bank permite aos clientes apoiar iniciativas sociais por meio de seu app

Dani Rosolen - 10 jun 2021
COMPARTILHE

Nome:
Dank Bank.

O que faz:
É um banco digital que atua tanto com Pessoa Física quanto Pessoa Jurídica, ofertando serviços como conta digital sem anuidade, cartão pré-pago Visa Internacional, seguros de vida e pet, consórcios etc. Outra solução é a maquininha Dank, que viabiliza a entrada do banco no mercado de adquirência.

Que problema resolve:
Busca desburocratizar o setor financeiro e potencializar a economia regional, com o fomento ao comércio local, além de usar ferramentas e alcance digital para acelerar iniciativas sociais e sustentáveis.

O que a torna especial:
Segundos os fundadores, a empresa já nasceu atuando dentro dos padrões ESG. No pilar social, o banco desenvolve projetos de seguros que têm parte do crédito revertido em doações para seis instituições beneficentes.

Modelo de negócio:
Venda de seguros, produtos diversos, maquininha de cartão, empréstimos, financiamentos etc.

Fundação:
Junho de 2019.

Sócios:
Alcir Vidau Oldenburg — Chairman
Tiago Coelho Przywitowski — CEO

Fundadores:

Alcir Vidau Oldenburg 36 anos, Jaraguá do Sul (SC)  é formado em Marketing e Gestão Empresarial pela FAMEG. É CEO da OESA Comercio e Representações Ltda.

Tiago Coelho Przywitowski 35 anos, Canoinhas (SC)  é formado em Ciências Contábeis pela UNERJ, com especialização em Gestão Tributária pela Sustentare Escola de Negócios. É diretor geral da Fiscall Soluções.

Como surgiu:
Os sócios contam que decidiram unir suas experiências e a paixão por tecnologia para “revolucionar o mercado financeiro”. Primeiro, criaram a securitizadora, em junho de 2019. Em seguida, o banco digital, em outubro de 2020, e por fim o FIDC (Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios), em janeiro de 2021.

Estágio atual:
Atualmente, a securitizadora, junto ao FIDC, movimenta 10 milhões de reais por mês. O banco digital está em processo de homologação das licenças junto ao Banco Central, mas segue operando no mercado com 4 mil correntistas conveniados e 186 empresas. A sede da empresa é em Jaraguá do Sul (SC).

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 5 milhões de reais no Dank Bank.

Necessidade de investimento:
Busca captar 50 milhões para expandir sua atuação.

Mercado e concorrentes:
“Vemos muitas oportunidades, fomentando o comércio local e realizando parcerias sustentáveis”, afirma Tiago. Os concorrentes são todos os outros bancos digitais do mercado, como Nubank e Neon.

Maiores desafios:
“Entregar serviços financeiros de forma diferente às pessoas, com uma experiência marcante, em um mercado cada vez mais aberto e competitivo.”

Faturamento:
Em 2020, o Dank Bank movimentou aproximadamente 30 milhões de reais.

Previsão de break-even:
2022.

Visão de futuro:
“Abranger todo território nacional, digitalizando o serviço financeiro nas cidades, promovendo engajamento social, desenvolvimento sustentável e evolução tecnológica”, afirma Tiago.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

840 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: