O Farmácias APP faz vendas de medicamentos e cosméticos pelo smartphone

Luisa Migueres - 15 fev 2017
COMPARTILHE

Nome:
Farmácias APP.

O que faz:
É um aplicativo de vendas para drogarias, lojas de cosméticos, farmácia de manipulação e homeopatia.

Que problema resolve:
Segundo os fundadores do app, a ferramenta facilita a compra de remédios isentos de prescrição, medicamentos manipulados, suplementos, produto de beleza e homeopáticos.

O que o torna especial:
O aplicativo exibe dicas de saúde e conteúdo relacionado aos produtos, modo de utilização e demais curiosidades. Em breve, ele também vai contar com um módulo de envio da receita, no qual o usuário vai fotografar a receita (exceto as de controle especial) e selecionar as farmácias que vão lhe informar valores e tempo de entrega. O pagamento dos produtos é feito diretamente na ferramenta.

Modelo de negócio:
A empresa trabalha com três fontes de receita: percentual cobrado do anunciante sob cada venda realizada no aplicativo, venda de publicidade e venda de consultoria estratégia para fabricantes e distribuidores.

Fundação:
Dezembro de 2015.

Sócios:
Eduardo Raulino – CEO
Robson Michel Parzianello – CTO

Perfil dos fundadores:

Robson Michel Parzianello – 29 anos, Capanema (PR) – formado em Engenharia da Computação e pós-graduado em Tecnologias para aplicações Web e Móveis. Atua há mais de 10 anos no desenvolvimento software e consultor para grandes operações.

Eduardo Felipe Raulino – 39 anos, Blumenau (SC) – formado em Medicina, especialista em cirurgia plástica, consultor, formador de opinião na área de saúde, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgiões Plásticos.

Como surgiu:
“Percebemos a necessidade do consumidor em ter um canal de vendas que o aproxima de farmácias tradicionais, além das de manipulação e homeopatia, que hoje costumam atender seus clientes por WhatsApp”, conta Robson.

Estágio atual:
A empresa tem sede em Blumenau (SC) e escritório em São Paulo. Atualmente, possui mais de 30 colaboradores internos e terceirizados. O aplicativo foi lançado no mercado no início de fevereiro deste ano.

Aceleração:
A Pharmacy S/A, empresa dos sócios que detém o aplicativo, está em busca aceleração.

Investimento recebido:
Em 2015, a empresa recebeu 450 mil reais de investimento-anjo.

Necessidade de investimento:
A empresa tem uma rodada de investimentos em aberto. No total, os sócios projetam que 20 milhões de reais sejam necessários.

Mercado e concorrentes:
“As empresas do ramo farmacêutico perdem de oportunidades sempre que suas informações de mercado (que são baseadas em amostras e levam tempo para serem processadas) não dizem muito sobre as intenções de compra do consumidor. Já as redes de farmácia tem muita necessidade e poucos recursos técnicos para entrar no mercado mobile”, diz Robson. Ele não cita concorrentes diretos.

Maiores desafios:
“As dificuldades relacionadas à compatibilidade da tecnologia do Farmácias APP com o mercado de aplicativos e uma possível falta de adesão. A concorrência é muito forte no e-commerce e as demais participantes podem tomar medidas para competir diretamente o aplicativo”, segundo o CEO.

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
Até 2019.

Visão de futuro:
“Queremos tornar o aplicativo em algo essencial para o dia a dia do consumidor e, nos próximos anos, expandir para os Estados Unidos e Europa”, diz Robson.

Onde encontrar:
Site

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para [email protected] e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

91 Total Views 2 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: