O projeto Beleza Vem de Dentro leva bem-estar, beleza e autoestima para dentro dos presídios

Mirela Mazzola - 9 fev 2015Voluntárias do projeto Beleza Vem de Dentro: "Uma detenta de 60 anos passou batom pela primeira vez. Ela se emocionou e pedia para que tirássemos fotos. O marido nunca havia deixado que ela se maquiasse”
Voluntárias do projeto Beleza Vem de Dentro: "Uma detenta de 60 anos passou batom pela primeira vez. Ela se emocionou e pedia para que tirássemos fotos. O marido nunca havia deixado que ela se maquiasse”
Mirela Mazzola - 9 fev 2015
COMPARTILHE

Um pequeno cuidado diário com a aparência é capaz de transformar o nosso astral. A consultora Natura Josiane Rodrigues Vieira Mota (no centro) não só acredita nisso como age para levar mais bem-estar a detentas do Estabelecimento Penal Luiz Pereira da Silva, em Jateí (MS).

A cada 15 dias, desde o ano passado, ela oferece gratuitamente seu talento, que inclui corte, escova e tintura, a um grupo de dez internas. O pai da consultora já trabalhou na penitenciária e, antes da iniciativa, Josiane frequentava os cultos evangélicos que acontecem por lá. “A ideia surgiu quando observei que as detentas não tinham mais vontade de se cuidar”, diz ela.

O material usado, shampoos, secadores, tintas e luvas, é doado por Josiane, que costuma ceder os produtos que ganha da Natura para o projeto. Além de divulgar a iniciativa, intitulada Beleza Vem de Dentro, o Movimento Natura ajudou a conseguir mais produtos.

De acordo com Josiane, as participantes começam a demonstrar uma postura mais calma – bom comportamento é fator primordial para quem deseja estar na tarde de cuidados. As internas que demonstram interesse ainda recebem ensinamentos para, quem sabe, transformar essa vivência em uma nova profissão.

A gerente de relacionamento Natura, Oniva Wegner Silva, do município vizinho de Dourados, já participou de algumas tardes e se surpreendeu com a experiência. “Nunca estive em um ambiente parecido e no começo estava apreensiva. Mas logo mudei minha visão”, diz ela. Uma passagem marcante foi assistir a uma detenta de cerca de 60 anos passar batom pela primeira vez. “Ela se emocionou e pedia para que eu tirasse fotos. O marido nunca havia deixado que ela se maquiasse”, conta.

Não falta vontade de ajudar das consultoras, mas nem sempre o material de salão que conseguem é suficiente – doações de luvas e tinturas, por exemplo, são bem-vindas. Para Josiane, outra necessidade urgente é um lavatório móvel, pois durante as visitas é preciso lavar os cabelos das participantes no tanque ou na pia. “Bons resultados estão aparecendo e esse equipamento facilitaria muito o trabalho. Hoje não tenho dúvidas que a autoestima pode mudar vidas”.

 

Esta matéria, e muitas outras conversas de marca da Natura, podem ser encontradas na Sala de Bem-Estar, no Rede Natura. Seja bem-vindo!

Envie a sua história para a gente. A Natura quer conhecê-la. A Natura quer publicá-la.

COMPARTILHE

Confira Também: