O Redraw usa inteligência artificial para ajudar arquitetos, designers e engenheiros a reimaginar ambientes

Dani Rosolen - 24 jan 2024 Dani Rosolen - 24 jan 2024
COMPARTILHE

Nome:
Redraw.

O que faz:
É uma plataforma que, com o uso de inteligência artificial, entrega imagens rápidas de projetos 3D para arquitetos, designers e engenheiros.

Que problema resolve:
Resolve a questão do tempo para gerar imagens de projetos 3D.

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, com IA, o Redraw realiza em menos de 50 segundos trabalhos que demoravam de seis horas a dois dias e é “a única plataforma que foca e consegue gerar render para a arquitetura”.

Modelo de negócio:
O Redraw opera no modelo SaaS, com pagamento mensal por assinatura.

Fundação:
Junho de 2023.

Sócios:
Alexandre Kuhn — Fundador
Sergio Moreira Matos Costa Santos — Fundador e CAIO (Chief AI Officer)
João Demenech — CTO

Fundadores:

Alexandre Kuhn 23 anos, Capanema (PR) — é formado em arquitetura e urbanismo pelo Centro Universitário da Fundação Assis Gurgacz e especialista em tráfego pago e marketing direto, com quatro anos de experiência neste mercado.

Sergio Moreira — 28 anos, Paragominas (PA) — é formado em sistemas de informação. Realizou intercâmbio para os EUA, e hoje usa estes conhecimentos adquiridos para desenvolver e aprimorar a IA do Redraw.

Como surgiu:
A ideia do Redraw surgiu no início de dezembro de 2022, quando Sergio, entusiasmado com seus testes de IA, chamou Alexandre para ver se existia a probabilidade de lançar um produto na área. Eles começaram então a idealizar uma ferramenta relacionada à arquitetura, área de formação de Alexandre. Chegaram a entrar em contato com três programadores antes de fechar a parceria com João. A versão beta do Redraw ficou pronta no inicio de junho de 2023 e os empreendedores fizeram o lançamento no mesmo mês, conquistando 83 assinaturas no primeiro dia.

Estágio atual:
A equipe é remota e já são mais de 2 500 usuários ativos na plataforma.

Aceleração:
Não busca.

Investimento recebido:
Os cofundadores investiram 20 mil reais para começar o negócio.

Necessidade de investimento:
Não busca no momento.

Mercado e concorrentes:
“O mercado é promissor, há muitas áreas que podemos abranger e os usuários são engajados e aceitam novas tecnologias”, diz Sérgio.  Ele cita como concorrentes indiretos as plataformas Interior AI, Reroom e D5 Next.

Maiores desafios:
Melhoria de produto. “Estamos mobilizando toda nossa equipe técnica, programadores e empresas parceiras para melhorar UI, UX, funções, academy e aperfeiçoamento da IA. A maior dificuldade é mão de obra para implementar todas as melhorias que temos planejado”, fala Alexandre.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Já foi atingido no primeiro mês de operação.

Visão de futuro:
“Temos um grande trabalho pela frente com arquitetos, engenheiros e designers. Acreditamos poder abranger bastante o setor imobiliário e até mesmo pessoas interessadas em reformas e afins, pois a IA vem facilitando muito o acesso ao público com menos conhecimento na área”, conta Sérgio.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

922 Total Views 4 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: