Precisa de um talento criativo para um trabalho pontual? A Circle pode ajudar seu negócio a encontrar esse profissional

Dani Rosolen - 25 nov 2021 Dani Rosolen - 25 nov 2021
COMPARTILHE

Nome:
Circle – Rede de Talentos Criativos Independentes.

O que faz:
Conecta empresas a uma rede segura de talentos criativos independentes da área de comunicação, estimulando a Open Talent Economy.

Que problema resolve:
Facilita a contratação de freelancers da área criativa pelas empresas, padronizando um processo que hoje não tem critérios bem definidos, é lento e ineficiente.

O que a torna especial:
Segundo os sócios, o que torna a Circle especial é ter uma curadoria feita manualmente, o que garante a segurança e padrão técnico. Além disso, um diferencial é recomendar até três talentos independentes ideais para cada demanda em até 72 horas.

Modelo de negócio:
A Circle rentabiliza com uma taxa a cada match feito entre empresa e talentos independentes.

Fundação:
Janeiro de 2021.

Sócios:
Lívia Menegat CEO
Nicolas Skowronsky — Sócio-fundador
Alexandre Skowronsky — Sócio-fundador

Fundadores:

Lívia Menegat 36 anos, Porto Alegre (RS) é formada em Publicidade e Propaganda pela ESPM. Fundou a agência Raya, foi sócia da Arya Design e trabalhou no Instituto Caldeira. É sócia-fundadora da Yatra Natural.

Nicolas Skowronsky 24 anos, Porto Alegre (RS) é formado em Publicidade e Propaganda pela ESPM. Trabalhou na 4all. É sócio e Head da Estratégia da GLOBAL.

Alexandre Skowronsky — 51 anos, Porto Alegre (RS)é formado em Publicidade pela PUC-RS. É sócio-fundador e CEO da GLOBAL e da Happy House Brasil, além de sócio regional da Elemídia.

Como surgiu:
Segundo Lívia, a Circle nasceu da dificuldade enfrentada pelos sócios no processo de contratação de freelancers e da compreensão de que a Open Talent Economy iria transformar não só a indústria da comunicação, mas todas as outras. Resolveram então empreender uma solução que acelerasse a adesão das empresas a esse modelo, conectando esses negócios a uma rede segura e curada de talentos criativos independentes.

Estágio atual:
A Circle tem mais de 150 criativos cadastrados de diversas áreas (design, redação, estratégia, conteúdo, planejamento, mídia, gestão de projetos, produção etc.). A startup já movimentou mais de 85 mil reais para a rede e já trabalhou com mais de 15 marcas diferentes.

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 100 mil reais para o momento inicial de concepção e validação da empresa.

Necessidade de investimento:
Não busca.

Mercado e concorrentes:
“O mercado é promissor e em plena expansão. A pandemia forçou todas as empresas a repensarem suas estruturas e equipes. A Open Talent Economy parte do princípio de equipes mais enxutas fixas dentro das organizações e um ecossistema de talentos complementar, ativado sob demanda. Esse modelo foi amplamente adotado e passado a ser reconhecido durante a pandemia e deve se manter após seu término. Ainda existe um comportamento de talentos criativos procurarem uma carreira independente, sem vínculo fixo com alguma empresa, o que potencializa, ainda mais, o negócio da Circle”, diz Lívia. Existem plataformas com propostas semelhantes, como a Nosotros.

Maiores desafios:
“O principal desafio está, principalmente, na maturidade dos negócios de conseguirem trabalhar, de maneira naturalmente integrada, com talentos externos sob demanda. Este ponto mostra que existe um mercado potencial a ser desenvolvido e explorado, pois o movimento ainda está começando no Brasil. Complementar a este desafio, crescer a rede de talentos de maneira saudável é uma preocupação constante”, conta a CEO.

Faturamento:
Em três meses de operação, a Circle faturou pouco mais de 25 mil reais.

Previsão de break-even:
2022.

Visão de futuro:
“Os próximos passos da Circle, após os períodos iniciais de validação do modelo e tração, é evoluir em tecnologia para melhorar ainda mais a contratação de talentos independentes. Nossa visão é criar um ecossistema seguro, de alta qualidade técnica, que seja potencializado por tecnologia. Queremos estar nas principais empresas do Brasil.”

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

82 Total Views 10 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: