Quando a insônia vira negócio: “Criei um achocolatado para ajudar a dormir depois de perder o sono após o nascimento do meu filho”

Julia Camara - 28 jun 2024
Julia Camara, fundadora da Dreamz.
Julia Camara - 28 jun 2024
COMPARTILHE

Nasci em Belo Horizonte e tive uma infância tranquila na cidade.

Sempre fui incentivada a praticar esportes. Sendo assim, integrei a equipe de vôlei do Minas, pratiquei atletismo e adorava dançar, motivo pelo qual me interessei por aulas de balé e jazz.

O contato com a natureza sempre me fez muito bem. Passava o tempo estudando, fazendo atividades e, nas horas livres, colhia frutas diretamente da árvore, na fazenda dos meus pais, no interior. 

Entre minhas principais características estava o fato de ser estudiosa e leitora assídua. No meu tempo livre, devorava livros de diferentes gêneros. Também era disciplinada e gostava muito de escrever.

No ensino médio, comecei a me interessar pelo Poder Executivo e participei de grupos de discussões sobre o tema.

Quando chegou a época do vestibular, nem precisei de teste vocacional: estava decidida a cursar direito na Universidade Federal de Minas Gerais e seguir os passos do meu pai. 

Meu primeiro cargo na área foi como estagiária no Ministério Público, quando fiquei ainda mais empolgada com a trajetória acadêmica e profissional que estava iniciando.

Comecei o mestrado, prestei concursos e cheguei a ser aprovada. No entanto, quando estava prestes a ser nomeada para uma posição no poder público, a pandemia de Covid-19 começou.

Todos os contratos foram congelados e fui impossibilitada de tomar posse do cargo. Esse momento foi um grande desafio e um divisor de águas na minha carreira. 

DEPOIS DE EMPREENDER COM SKINCARE, CRIEI UM NEGÓCIO PARA RESOLVER UM PROBLEMA PESSOAL

Naquele momento, questionei toda a minha trajetória: deveria investir tempo em um doutorado? Deveria continuar na advocacia?

Incentivada pelo meu marido, um empreendedor nato, abri minha primeira empresa de skincare com uma sócia. Eu ainda atuava como advogada, mas o empreendedorismo passou a fazer parte das minhas metas de vida. 

Na minha vida eu sempre busquei o equilíbrio e para que eu consiga ter paz de espírito, tudo precisa caminhar bem e em harmonia.

Esse pensamento também foi o que me impulsionou a buscar uma alternativa saudável para melhorar o sono, porque quando eu estava grávida, o meu marido fez uso de Zolpidem durante alguns dias, medicamento que foi recentemente regularizado e passou a ser prescrito apenas com receituário azul 

Eu queria que ele estivesse em estado de alerta quando eu entrasse em trabalho de parto e, com o medicamento, isso era impossível. Por se tratar de um fármaco hipnótico, ele causa efeitos colaterais graves. 

Quando nasceu nosso filho, também senti na pele a privação de sono. Passei noites em claro, o que gerou ansiedade, perda de foco, baixa concentração, depressão, mudança de apetite e esgotamento físico e mental.

A partir dessa dor pessoal, resolvi me aprofundar em estudos sobre sono e neurociência, percebendo a importância da qualidade do sono para o nosso bem-estar, para que consigamos ter disposição para encarar os desafios do dia a dia. 

Decidi, então, que precisava criar uma fórmula rica em vitaminas e que ajudasse as pessoas a dormirem bem.

A DREAMZ NÃO NASCEU DE UM SONHO (NEM DE UM PESADELO), MAS DA DIFICULDADE DE DORMIR

Assim, com muito estudo e apoio do meu irmão, Victor, que também desejava empreender, nasceu a Dreamz, a marca do primeiro achocolatado noturno do país. Ele também sofria de insônia, então o interesse na parceria foi imediato. 

Queríamos desenvolver algo além de uma simples cápsula: um produto que permitisse criar rituais antes de dormir. Afinal, o achocolatado remete à infância e gera memória afetiva.

Combinamos na formulação dez substâncias que auxiliam no sono: melatonina, triptofano, inositol, magnésio, glicina, cromo, treonina, taurina, além de vitaminas B1 e B2

O resultado, credenciado pela Anvisa, é um produto 100% natural, sem açúcar, que ajuda a dormir melhor e promove energia durante o dia. 

MINHAS EXPERIÊNCIAS ANTERIORES ME AJUDARAM A ENCONTRAR ATALHOS NA NOVA EMPREITADA

Enfrentamos desafios, como um problema com o segundo lote do produto, que precisou ser devolvido, gerando uma quebra de estoque. Muitos consumidores aguardavam o produto e foi necessário um gerenciamento de crise para contornar a situação. 

Diante dos obstáculos e da vivência no dia a dia da jornada empreendedora, entendi que a faculdade de direito, o mestrado e os estudos para concursos foram essenciais nessa criação, proporcionando base, disciplina e perseverança – elementos fundamentais para empreender.

Eu via o crescimento do mercado do sono e queria ser mais do que uma empresária, queria ser especialista no ramo.  Por isso, busquei aperfeiçoar os estudos em neurociência e também em empreendedorismo, estudar as formas de negócios do mercado wellness no país e como poderíamos contribuir com a nossa expertise sobre o tema.

Como queríamos lançar o melhor produto do mercado, com diferenciais claros, tirar o projeto do papel demorou cerca de um ano, envolvendo logística, burocracias, liberação da Anvisa, plataformas, site, entre outras tarefas envolvidas na criação de um negócio

Apesar disso, como já tinha experiência com a empresa de cuidados com a pele, foi mais fácil lançar a marca e alcançar os clientes nesta segunda iniciativa. 

A experiência anterior me auxiliou e me deu uma base para conseguir elaborar o projeto da Dreamz, o público, a construção conjunta da fórmula, identidade visual, a escolha do nome.

Dreamz deriva da palavra “sonhos” em inglês e a letra “z” no fim remete à onomatopeia zzzzz, som associado a uma pessoa dormindo.

ENTENDI QUE TUDO O QUE APRENDEMOS AJUDA A CONSTRUIR NOSSOS SONHOS E PROJETOS ATUAIS

Atualmente, com a empresa em crescimento, busco o equilíbrio entre meus papéis sociais, tanto como cofundadora da Dreamz, mãe e esposa, como também como filha, amiga e irmã.

Quando desenvolvemos a empresa, o meu filho tinha apenas seis meses de vida e dificuldades em dormir. Ele foi descansar durante uma noite toda só depois de completar 1 ano de idade. Então, imagine toda essa situação… 

Conciliar a maternidade, a gestação da minha segunda filha e o cargo de cofundadora de uma empresa em crescimento exponencial é desafiador, mas quando olho para trás e vejo todo o caminho percorrido, é gratificante demais. 

É um privilégio poder contar com o meu marido, que também é empresário e entende os meus horários e tarefas, e empreender ao lado do meu irmão e sócio, Victor, e do amigo e sócio José Ricardo. Nós nos complementamos e dividimos a jornada. 

Meu conselho para quem teve uma transição de carreira e decidiu empreender é: não pense que perdeu tempo se formando ou estudando determinado assunto

Aprendizado nunca é demais e, independente da sua área de atuação, o estudo sempre será útil no seu produto, projeto ou no relacionamento com clientes. Sempre há algo a somar com as características necessárias para escalar um negócio. 

Tenho certeza que se não fossem os desafios enfrentados e o auxílio dos meus sócios, não teríamos chegado onde estamos hoje.

Além de um produto validado, com vendas crescentes, no nosso e-commerce próprio, hoje vendemos também no site da Droga Raia, na rede de Supermercados Verdemar e pretendemos expandir para outros estados ainda em 2024.

Ser mãe, empreendedora, esposa e neurocientista em formação é o que me inspira a continuar em busca de soluções práticas e saudáveis, que contribuam para o bem-estar das pessoas. 

 

Julia Camara, 30, é mestre em administração pública e desenvolvimento estratégico pela Universidade Federal de Minas Gerais e pós-graduanda em neurociência. Cofundou a Dreamz, uma marca de achocolatado para dormir melhor.

COMPARTILHE

Confira Também: