APRESENTA

O que uma panceta recheada e um hambúrguer vegetal têm em comum? Se forem Seara, a resposta é sabor, ciência e inovação

Marina Bessa - 7 abr 2021
Na Academia Seara são feitos a formação de mestres sensoriais, testes com consumidores e desenvolvimentos de receitas.
COMPARTILHE

Você buscava uma lasanha congelada, mas se surpreende com opções de pratos resfriados e sem conservantes. Ia comprar uma picanha e se depara com uma panceta recheada. Olha para o lado e descobre que a marca de hambúrguer que você respeita tem também uma linha de proteínas vegetais.

Já aconteceu com você? Em uma empresa de alimentos, ser inovador é isso: oferecer um produto que o consumidor deseja. Ou oferecer esse produto antes mesmo de o consumidor saber que o desejava.

Por trás desses acertos, há muita pesquisa, desenvolvimento e tecnologia.

Desde 2013, quando a marca passou a ser controlada pela JBS, a Seara trabalha para ser uma empresa reconhecida pela inovação, qualidade e sabor.

Em um primeiro momento, o que já existia ficou melhor. Mas não demorou para a primeira inovação chegar às prateleiras: um presunto com teor de sódio reduzido.

Era o sinal de que a Seara estava atenta a uma tendência que, desde então, só cresce: a da saudabilidade. “Os consumidores brasileiros estavam interessados em comprar produtos mais saudáveis, sem abrir mão do sabor e da praticidade”, diz a diretora executiva de P&D e Qualidade da Seara, Luciara Peil.

Seguindo essa mesma tendência, a Seara continuou pesquisando para oferecer uma linha completa de pratos resfriados sem conservantes, a Al Fresco, e uma linha de produtos de carne clean label, batizada de Seara Nature. “Produtos Clean Label são aqueles que o consumidor lê o rótulo e reconhece todos os ingredientes, porque fazem parte da sua rotina e da sua casa”, explica a gerente de P&D e Inovação Regina Rech.

VOCÊ TEM 3 DESEJOS

Time em campo em laboratório de P&D da Seara

Nos últimos anos, três grandes tendências de alimentação foram identificadas pelo time da Seara: além da busca por produtos mais saudáveis, os consumidores queriam também produtos mais indulgentes e viabilizar o desejo de alternar o consumo de carne (flexitarianismo).

Do desejo de indulgência surgiu a linha Seara Gourmet (que entre outras coisas oferece um hambúrguer com 2 cm de altura com aspecto de moldado à mão, uma tecnologia que dá muito mais suculência e aquela costela que até então você só encontrava numa famosa rede de restaurantes), e as tendências relacionadas à saudabilidade e ao fexitarianismo deram origem a criação da linha Al Fresco, Nature e à linha Incrível, com produtos 100% vegetais. Essa foi a linha mais inovadora lançada até agora. Nas palavras de Rafael Palmer, diretor de marketing da empresa:

“O que até então era produzido apenas por startups, passou a ser oferecido pela maior empresa de proteína animal do mundo.”

E não pense somente em proteína moída ou hambúrguer de soja. Na próxima volta no supermercado, procure carne oriental, isca de peixe, pernil desfiado com molho barbecue e até as famosas coxinhas da Ofner tem sua versão 100% vegetal com o frango desfiado da linha Incrível. Tudo com gosto de carne e textura de carne. Mas sem carne.

NÃO É  MÁGICA, É TECNOLOGIA

Nenhuma empresa inova tanto se não tem investimento e equipe treinada para buscar o novo. Na Seara, há mais de 80 pesquisadores, todos com formação consistente e muita experiência no mercado de carnes. Mas mais que isso. “Inovar faz parte do mindset da empresa. Todos os departamentos, do marketing ao comercial, são envolvidos pelo desejo de fazer coisas novas”, diz Carolina Nunes, pesquisadora de inovação da Seara.

O ouvido atento ao consumidor é um dos principais guias na inovação e no desenvolvimento de novos produtos.

Essa atenção foi essencial para acompanhar tanto os clientes varejistas quanto o consumidor final durante a pandemia.

A situação vivida em 2020 acelerou o processo de migração de venda e distribuição para plataformas digitais, impulsionou a criação de produtos para o consumo rápido, como os wraps, e de outros que facilitam a vida dos funcionários e atendem à demanda dos clientes nos pontos de venda (em seis dias foi criado o Bacon Pedaços, vendido em um pedaço menor, eliminando a necessidade de manipulação nas lojas).

DE OLHO NO FUTURO

Equipe de sensorial da academia Seara

Além dos times multifuncionais, que reunem engenheiros de alimentos, engenheiros químicos, engenheiros mecânicos, farmacêuticos, nutricionistas, especialistas em marketing, entre outros profissionais que observam o comportamento do consumidor e estão atentos no que acontece ao redor do mundo, a Seara mantém um laboratório de dados e mídia em que escuta parceiros tecnológicos da importância do Google e Facebook, investe em parcerias com foodtechs, universidades e centro de pesquisa e aposta em iniciativas como a Academia Seara, espaço usado para a formação de mestres sensoriais, testes com consumidores e desenvolvimentos de receitas.

Assim fica fácil prever o futuro e saber o que você vai querer comprar na próxima ida ao supermercado. De acordo com a Seara, você vai estar cada dia mais no centro de todas as decisões da empresa.

1778 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE