Seleção Draft – Aprenda com rejeições

Luisa Migueres - 14 jun 2016
Receber uma resposta negativa pode ser o empurrão que sua startup precisa, (Imagem: Heath Brandon - Flickr/ Reprodução)
COMPARTILHE

Aprenda com rejeições
Levar um “não” de um investidor é frustrante para qualquer fundador de um novo negócio. Mas não é de todo o mal. No Medium, o CTO de WordStream (startup de análise publicitária online), Larry Kim, lista o que aprendeu com todas as cartas de rejeição que recebeu como empreendedor:

1) Você precisa ler com carinho essas negativas, e identificar semelhanças entre elas;
2) O momento certo pode estar um pouco mais à frente;
3) Use essas rejeições como motor para provocar mudanças nas sua startup;
4) Siga recomendações de investidores e não perca o contato com eles.

Leia mais no link acima.

 

Como criar uma comunidade
Um dos maiores bens de uma empresa nascente é a sua base de usuários. Se você conseguir transformá-la em uma comunidade de fãs, melhor ainda. No Entrepreneur, o especialista Michael Glauser dá dicas de como cultivar uma boa relação com esses consumidores. Ele diz que o principal é tolerar, corresponder (e depois exceder) as suas expectativas, permitir que eles façam sugestões e ter um serviço personalizado e constante de atendimento. Leia o artigo no link acima.

 

Qual é o seu motivo?
A motivação para empreender pode ser uma combinação de desejos: de ter mais autonomia, trabalhar em um projeto autoral etc. Mas Lucio Cesar, no blog do Ideia no Ar (link acima) traz algumas das motivações que ele, como empreendedor, julga como sinais de alerta. Para o autor, buscar riqueza, uma oportunidade rápida e fácil de emprego, ou status dentro de uma determinada área profissional pode trazer muito mais frustração do que sucesso.

 

Make Thinking
O primeiro curso de Make Thinking – metodologia para desenhar projetos e tirá-los do papel – será realizado nos dias 16 e 18 de junho, em São Paulo. Serão dois módulos: “Do Sonho para o Papel” e “Do Papel para a Prática”. Os participantes vão concorrer a um fundo semente de até 1 mil reais para aplicar sua ideia e uma mentoria dos facilitadores do curso, André Cervi e Daniel Morais, por seis meses. Para se inscrever, acesse o link acima. O investimento é de 150 reais.

210 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: