Seleção Draft – Makers

Pedro Burgos - 17 set 2014 Pedro Burgos - 17 set 2014
COMPARTILHE

O carro dos makers – Daqui a 3 dias começa em Nova York a World Maker Faire, maior evento de tudo relacionado ao faça-você-memo, drones, robótica e arduíno, e haverá várias inovações em destaque. A Toyota vai aproveitar o evento para lançar este curioso U2, um carro-conceito que tenta agradar justamente à comunidade maker: é uma kombi / SUV / carro compacto, tudo em um. Dá uma olhada no vídeo:

Seria só mais um carro-conceito maluco, se ele não parecesse tanto o sonho de muito empreendedor inovador por aí. “Nós esperamos ver mais grandes marcas como a Toyota trazendo um approach pouco convencional não apenas para o desenvolvimento de produtos, mara para o marketing e estratégias de lançamento.”, disse Sherry Hyss, co-fundadora da Maker Faire. Ela disse que as marcas que conseguirem “combinar a arquitetura aberta e utilidade prática ao design” encontrarão um público crescente

 

A aceleradora do Bradesco – O banco lançou este mês o programa InovaBra, que quer descobrir startups interessadas em desenvolver soluções para “meios de pagamento, canais digitais, produtos, seguros e Banco do Futuro “. Podem participar empresas em estágio inicial ou intermediário que já tenham pelo menos um produto beta (e preferencialmente inovador) no mercado.

O chamariz para o projeto (com inscrições abertas até 14 de outubro) é o fato de que as startups selecionadas trabalharão com base em necessidades reais apontadas pelas unidades de negócio do Banco, “diluindo o risco da inovação”, como define Maurício Minas, diretor vice-presidente do Bradesco. No vídeo de lançamento ele explica melhor:

 

Contabilidade é tudo – Certa vez conversei com um investidor de um fundo de venture capital grande dos EUA que estava abrindo filial no Brasil, e ele disse que lá fora, os investidores competem pelas empresas, enquanto aqui, as empresas competem pelo investimento. Nenhum dos dois sistemas é ideal, é óbvio, e a disputa para ver quem coloca dinheiro primeiro em uma startup pode levar ideias e pessoas sem muito preparo a ter de repente milhões sob seu controle.

Este detalhadíssimo perfil na New Republic mostra a trajetória da Amicus, startup que liga ONGs e partidos políticos a potenciais colaboradores, que foi case da primeira eleição de Obama, apareceu em várias listas de ideias mais promissoras, arrecadou milhões e hoje deve o que não tem. A história não apenas é iluminadora sobre o que não fazer, mas sobre a cultura do Vale do Silício de olhar muito pouco para o passado, o que nem sempre é muito bom.

577 Total Views 2 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: