Seleção Draft – O primeiro ano de um CEO

Luisa Migueres - 28 jan 2016
O início de uma startup é intenso, por isso confie na sua equipe (Imagem: Michael Bentley - Flickr/ Reprodução)
Luisa Migueres - 28 jan 2016
COMPARTILHE

Reflexões do primeiro ano de um CEO
O aprendizado do início de uma startup é em ritmo acelerado. Quem diz isso não é só Ben Lang, autor do texto no Medium. Os desafios que a fundação de uma empresa traz vão muito além de um cargo de gerência. No artigo, o empreendedor lista algumas as reflexões que foram motivadas pelo seu primeiro ano como CEO:

1) Fundadores devem trabalhar para sua equipe, estimular o aprendizado e ter autocrítca;
2) A missão do CEO é levar a startup para frente, mesmo que isso envolva decisões difíceis;
3) É importante estar na sua empresa fisicamente e manter a motivação da equipe;
4) Crie boas relações com investidores, mentores e conselheiros;
5) Fale com seu usuário o tempo todo, ensine sobre seu produto e dê apoio a novos funcionários;
6) Compartilhe seus KPIs, contratos e outras parcerias e missões com todo mundo.

Leia mais no link acima.

 

O que é App Store Optimization?
Se você tem um aplicativo e ainda não ouviu falar em ASO (a sigla que corresponde ao link acima), a boa notícia é que ela pode te ajudar. Trata-se de um conjunto de técnicas para melhorar o desempenho de um app em lojas online. Na The Next Web, Steve Young diz que a App Store Optimization está em evolução constante e cita as tendências que estão cada vez mais populares. A descrição e reputação dos aplicativos, por exemplo, deve ser olhada com mais carinho pelos desenvolvedores. Por outro lado, a análise de dados dentro desses apps também vai colaborar muito para dar insights às empresas.

 

A disrupção pode estar chegando no Wi-Fi
O site da revista Wired publicou hoje uma reportagem sobre a Starry, uma startup que quer bater de frente com os servidores de internet nos Estados Unidos. Ambicioso? Com certeza. Mas isso já é esperado do fundador da empresa, Chet Kanojia, que com a Aereo começou seus planos de romper com o nosso método tradicional de navegar pela web – e teve de fechar as portas, por determinação da justiça americana. Dessa vez, o empreendedor quer oferecer um Wi-Fi mais rápido e barato, sem conexão com nenhum grande servidor. Será que agora vai?

496 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: