Seleção Draft – Steve Jobs

Kaluan Bernardo - 24 mar 2015
Brent Schlender (o único que você não reconhece aí), conta uma nova versão da vida de Steve Jobs (Foto Divulgação).
Kaluan Bernardo - 24 mar 2015
COMPARTILHE

Who the hell was Steve Jobs?
Aposto os cinquenta centavos no meu bolso que o Steve Jobs que vive em sua mente é um cara criativo, mas autoritário; genial, mas um babaca sem sentimentos com seus funcionários. Bom, isso pode ser verdade, mas não é a única. É uma imagem pintada por Walter Isaacson, que escreveu a biografia póstuma do fundador da Apple.

Nas últimas semanas, Becoming Steve Jobs, nova biografia escrita por Rick Tetzeli e Brent Schlender (que era amigo do líder da Apple), voltou a discutir a personalidade do gênio. No novo livro, ele é pintado de forma mais humana, menos malvado do que o de Isaacson.

Steven Levy, outro dos poucos jornalistas próximos a Jobs, escreveu no Backchannel seu parecer sobre as duas obras. Ele diz que Isaacson não mentiu em nada, mas concorda que caiu em estereótipos dos quais Schlender e Tetzeli conseguiram escapar. E diz que o novo livro, além de explorar melhor a pessoa por trás da empresa, traz muitas informações inéditas. Na dúvida, Levy resume a questão sobre Steve Jobs:

“He could be a jerk, but never an asshole”

 

O Facebook quer engolir a internet
Com mais de 1,4 bilhão de usuários, o Facebook se tornou indispensável para qualquer veículo online. Uma parte gigantesca da audiência dos sites vem do Facebook – onde muitas vezes o conteúdo não chega aos leitores, a menos que os donos das páginas destes sites paguem por isso.

Agora, a rede social quer estreitar ainda mais sua relação com os produtores de conteúdo. Em vez de mostrar links que levam o usuário para sites externos, ele quer que os veículos publiquem tudo dentro da plataforma. Não se sabe bem como isso seria feito, mas, segundo este artigo do The New York Times, eles estão trabalhando em um modelo em que os veículos consigam engajar melhor a audiência e ainda lucrem com publicidade dentro da rede social. Sites como Buzzfeed, National Geographic e o próprio NYT já teriam concordado com a novidade. Se isso acontecer, a maneira que consumimos informação online deverá mudar completamente. De novo.

 

O sentido do trabalho para o brasileiro
A 99Jobs divulgou hoje uma pesquisa sobre como o brasileiro vê o trabalho. No estudo, mais de 1 000 pessoas responderam a um questionário por email e, destes, 41% declararam que gostariam de ter um trabalho flexível, como em agência de comunicação, incubadoras de negócio ou empresas inovadoras. Não por acaso, as três organizações mais lembradas foram Google (58%), Facebook (25%) e Natura (9%). A Folha repercutiu o assunto.

 

Startup Weekend Change Makers Guarulhos
Nesta sexta-feira, dia 27, terá início o primeiro Startup Weekend em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. Para quem não sabe, o evento segue um modelo replicado no mundo inteiro e é voltado a quem quer se tornar empreendedor. Ao longo de 54 horas, designers, programadores e todo tipo de profissional se unem em torno de suas ideias, validam os primeiros protótipos de uma empresa e recebem mentoria de especialistas. Normalmente, os eventos são temáticos e este não será diferente: o foco é gerar negócios sociais, com impacto para melhorar comunidades carentes. Inscrições até quinta.

562 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: