Seleção Draft – Twitter

Kaluan Bernardo - 11 jun 2015
Dick Costolo, CEO do Twitter, está deixando a empresa. (Imagem: The NY Post/Reprodução).
Kaluan Bernardo - 11 jun 2015
COMPARTILHE

Dick Costolo não é mais CEO do Twitter
No final da tarde desta quinta-feira, Dick Costolo, até então CEO do Twitter, anunciou que está deixando a empresa. Jack Dorsey, co-fundador da companhia, assume como CEO interino. O executivo estava sendo questionado desde o início deste ano, quando o crescimento da empresa desacelerou. Há rumores ainda de que a empresa será comprada pelo Google. O The Verge mostra o cenário no link acima.

 

Amanhã um robô poderá salvar sua vida
Enquanto alguns ainda sofrem para ligar o computador, já há robôs correndo, pulando, dirigindo, se movimentando em campos acidentados, abrindo portas etc. A DARPA (Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa, dos EUA), está por trás de muitas dessas máquinas. Alguns temem que sejam usadas para fins nefastos, mas a agência, no entanto, diz que eles poderão ser verdadeiros “robôs-bombeiros”, salvando pessoas em cenas de desastres, onde o trabalho humano ainda é muito limitado e arriscado. O Backchannel mostra momentos incríveis da evolução destes robôs.


Para seu negócio crescer, olhe para as startups
Está cada dia mais claro que não é possível conquistar o mundo (ou um mercado) sozinho. É por isso que vários dilemas de consumo e serviços não estão mais sendo resolvidos por grandes corporações — e sim por pequenas, inovadoras e flexíveis startups. Há diversas formas de aprender com elas, trazer sua inovação para perto de uma grande corporação, investir nelas etc. A Harvard Business Review fala sobre isso no link acima.

 

A hora e a vez da realidade virtual
Aconteceu. Hoje o Facebook finalmente anunciou, oficialmente, o Oculus Rift. No ano passado, ele comprou a empresa responsável pelo dispositivo de realidade virtual por 2 bilhões de dólares.

A realidade virtual não é exatamente uma coisa nova – ela é discutida desde o final dos anos 1980. Mas, com a chegada desses dispositivos ao mercado, tudo pode mudar. Isso porque eles criam um estado de imersão, conhecido como cave, em você se vê por inteiro dentro de um mundo virtual. Não é mais ver o jogo na tela da TV, é ver o jogo por dentro, como nos filmes de ficção científica. O texto do link acima, do Medium, fala um pouco sobre essas sensações e o impacto que isso deverá causar no mundo.

701 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: