Uma fintech para o mercado imobiliário: a WohPag oferece soluções financeiras para administradoras de condomínios

Dani Rosolen - 20 dez 2022 Dani Rosolen - 20 dez 2022
COMPARTILHAR

Nome:
WohPag.

O que faz:
É um banco digital com foco no mercado imobiliário (administradoras de condomínios). A fintech cuida da individualização das contas condominiais (contas digitais), emissão de boletos condominiais, liquidação de pagamentos e disponibilização de produtos de crédito em parceria com a Bezz (sociedade de crédito direto – SCD do mesmo conglomerado financeiro).

Que problema resolve:
A startup se propõe a resolver os seguintes problemas das administradoras de condomínios: atender o compliance regulatório exigido pelo Banco Central para gestão de recurso de terceiros (individualização das contas condominiais); simplificar seus processos operacionais através da centralização de todas as operações financeiras (recebimento, pagamento e gestão de saldos) em um único parceiro; viabilizar novas receitas e oportunidades de negócios para as administradoras através dos produtos ofertados pela WohPag; permitir aos condomínios ter uma conta digital individualizada com saldo 100% garantido, tarifas reduzidas e acesso a linhas de crédito facilitadas.

O que a torna especial:
Segundo os sócios, o que torna a WohPag especial é o foco em soluções financeiras para as administradoras, enquanto as demais fintechs do segmento focam prioritariamente em soluções para condomínios.

Modelo de negócio:
Rentabilização de saldos condominiais captados, tarifação dos boletos, TEDs e Pix e juros de operações de crédito (via Bezz).

Fundação:
Fundada em agosto de 2020, com início da operação em fevereiro de 2021.

Sócios:
Marcelo Assunção — CEO
Osmir Carlos — CFO

Fundadores:

Marcelo Assunção — 51 anos, Rio de Janeiro (RJ) — é formado em Tecnologia pela PUC-RJ, com XBA (Exponential Business Administration) pela Startse, especializações em Marketing, Finanças, Ciências Contábeis e Gestão de Projetos pela FGV-RJ, em Estratégias Competitivas pela Universidade de Munique (EAD), em Tecnologia e Competitividade pela Centrale-Supélec (EAD) e em Inovações/Tecnologias de Pagamentos/fintechs pela Universidade de Michigan (EAD). Trabalhou em empresas como APSA – Administração Predial e negócios imobiliários S/A, na EBC, Casa&Vídeo e Itaú.

Osmir Carlos Magalhães — 43 anos, Rio de Janeiro — é formado em Ciências Contábeis pela Faculdade Mackenzie, com pós-graduação em Auditoria e Controladoria pela Cândido Mendes e em Finanças e Banking pela EA Banking School, além de MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela FGV-RJ. Trabalhou na APSA – Administração Predial e negócios imobiliários S/A ·

Como surgiu:
A WohPag surgiu de uma iniciativa de um grupo de investidores do mercado imobiliário para buscar novas oportunidades para administradoras de condomínios, com foco inicial em redução de tributos. Os sócios, no entanto, acabaram identificando uma regulação do Banco Central que impacta as atividades das grandes administradoras de condomínios (gestão de recursos de terceiros) e decidiram focar neste nicho.

Estágio atual:
A startup conta hoje com cinco colaboradores CLT e um terceirizado (fixo), além de suporte de diversas consultorias especializadas em legislação, compliance regulatório e tecnologia da informação. A WohPag teve o início de operação e validação do modelo de negócio em 2020 e 2021. E em 2022, implementou controles e tecnologia para atender de forma ampla as necessidades do mercado a partir de 2023, após validar seu sistema com dez administradoras de condomínios do Brasil (a maioria do Rio de Janeiro).

Aceleração:
Não participou de programas de aceleração.

Investimento recebido:
A WohPag recebeu investimentos de 10,5 milhões de reais em três aportes realizados por grupos de investidores que já atuam como sócios das maiores administradoras do Brasil.

Necessidade de investimento:
Nesse momento, a busca da WohPag é por fundos de investimentos e parcerias de estruturação de fundos próprios.

Mercado e concorrentes:
“O mercado tem se mostrado muito receptivo em relação às nossas soluções, em especial pelas administradoras entenderem claramente nossa proposta de valor — redução de tarifas, simplificação operacional e aumento de receitas, dentro do compliance regulatório — e perceberem que através de nosso serviço poderão conseguir uma alternativa muito mais atraente para suas soluções de gestão condominial e serviços financeiros atuais”, afirma Marcelo. Como concorrente na solução de tecnologia para gestão condominial, ele cita o Grupo Superlógica, já em termos de serviços financeiros, ele menciona o PJBank.

Maiores desafios:
“Com a entrada das fintechs no mercado imobiliário é certo que o Banco Central irá direcionar esforços para entender melhor a dinâmica desse segmento e aumentar a proteção financeira de todos os envolvidos, em especial em relação a gestão dos saldos condominiais. No momento em que houver esse aumento de rigidez na regulação, haverá bastante turbulência no mercado e as administradoras buscarão uma solução como a WohPag. Até lá, nosso maior desafio é convencer as administradoras de que elas precisam estar preparadas para enfrentar essa nova realidade.”

Faturamento:
1,3 milhão de reais em 2022.

Previsão de break-even:
Entre junho e dezembro de 2024.

Visão de futuro:
“Com a captação já realizada dos líderes de mercado de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, a ideia é expandir nossa carteira de clientes inicialmente nessas praças e posteriormente para todo Brasil. Além disso, nossa estratégia também contempla oferecer contas digitais, banking e crédito para todo o ecossistema condominial. Isto é, para funcionários de administradoras e condomínios, fornecedores, prestadores de serviços, condôminos e locatários/proprietários de imóveis. Com uma carteira de condomínios relevante, reforçada pelas contas digitais de todo o ecossistema e com uma postura colaborativa e compartilhando receitas e resultados, nossa expectativa é chegar ao final de 2027 com quase 200 mil contas digitais”, conta Marcelo.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

COMPARTILHAR

Confira Também: