Não é preciso deixar de ser uma coisa para ser outra. É possível inovar numa corporação

Phydia de Athayde - 10 dez 2015

Mateus Silveira, inovador corporativo da FCA-Fiat, fala sobre como os projetos que lidera (como o After Burner, que contamos aqui), têm o desafio e a característica de tentar unir “o melhor dos dois mundos”.

“Há um elo entre o projeto (After Burner) e a empresa e isso permite a troca. Não é só aproveitar o que há de melhor de um e de outro isoladamente. O que fazemos é levar as experiências boas de um ambiente (o corporativo) para o outro (o dos projetos inovadores) e permitindo que a gente consiga se adaptar melhor às realidades que temos enfrentado”, diz.

Play para ver mais!

50 Total Views 2 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: