WannaMigrate, plataforma para quem quer migrar a outro país

Kaluan Bernardo - 13 ago 2015
Logo da empresa.
Kaluan Bernardo - 13 ago 2015
COMPARTILHE

Nome:
Wanna Migrate.

O que faz:
Ajuda pessoas a se mudarem para outro país – seja para trabalhar ou estudar. Por enquanto, funciona apenas para quem deseja ir do Brasil para o Canadá ou a Austrália.

Que problema resolve:
O processo de migração é complexo e trabalhoso. A ideia é facilitar a vida de quem está passando por esse momento, compartilhando experiências e o know how de gente que já viveu isso.

O que a torna especial:
A ferramenta funciona como um guia passo a passo. Eles focam no conteúdo, oferecendo dicas de escolas de idiomas, locais onde procurar vagas, dicas para resolver questões burocráticas, encontrar moradia etc.

Modelo de negócios:
Funcionam como um marketplace, indicando escolas de inglês, consultores, tradutores e outros profissionais. Cobram comissão de 12% sobre os negócios indicados. Em breve, pretendem lançar uma ferramenta mais completa e, com isso, passar a cobrar pelo uso da plataforma.

Fundação:
Julho de 2014.

Sócios:
Humberto Moreira – CEO
Márcio Oliveira – CTO

Perfil dos fundadores:
Humberto Moreira – 29 anos, São Luís do Maranhão (MA) – morou e trabalhou em cinco países diferentes e tem dez anos de experiência com desenvolvimento de software e startups de tecnologia.

Márcio Olveira – 25 anos, São Luís do Maranhão (MA) – especialista em web e desenvolvimento de games. Sua expertise é materializar ideias em softwares, utilizando elementos de game design para o mundo dos negócios.

Como surgiu:
Por sua experiência no exterior, Humberto Moreira recebia dezenas de mensagens com pedidos de dicas para morar na Austrália e no Canadá. Isso o fez acreditar que havia demanda para um serviço de informações desse tipo.

Aceleração:
Foram acelerados pelo Startup Chile.

Investimento recebido:
Receberam 40 mil dólares do Startup Chile e estão recebendo, aos poucos, financiamento da FAPEMA.

Necessidade de investimento:
Querem procurar mais aportes no Canadá.

Maiores desafios:
“Foi uma opção nossa empreender no Brasil, mas nos sentimos isolados em São Luís do Maranhão. Infelizmente o ecossistema de startups aqui é muito pequeno”, diz Humberto.

Mercados e concorrentes:
Consideram que têm alguns concorrentes ao redor do mundo, mas nenhum no Brasil.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Em um ano.

Visão de futuro:
“Queremos ser uma plataforma global que centralize os processos de migração, ajudando as pessoas a se mudarem”, diz Humberto.

Onde encontrar:
Site
Contato

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

1054 Total Views 6 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: