A Débito Direto centraliza todos os boletos e contas a pagar em uma única plataforma

Dani Rosolen - 29 out 2020
COMPARTILHE

Nome:
Débito Direto.

O que faz:
É uma plataforma para micro e pequenos empresas que  centraliza todos os boletos e contas a pagar em uma única ferramenta, fornecendo condições de pagamento facilitadas como prazo e parcelamento.

Que problema resolve:
Auxilia MEIs e pequenas empresas na gestão e organização financeira.

O que a torna especial:
Segundo os sócios, a empresa que utiliza a Débito Direto não tem risco de serviços cortados e evita o pagamento de juros e multas, pois a startup paga as contas no vencimento e fornece opções de pagamento para a empresa, como 20 dias de prazo ou até parcelamento em dez vezes.

Modelo de negócio:
A Débito Direto cobra uma tarifa no pagamento dos boletos e taxas na antecipação de contas e parcelamento.

Fundação:
Março de 2020.

Sócios:
Bruno Grahl — CEO
João Paulo Ros — CTO
Douglas Gelsleichter — Desenvolvedor
João Paulo Serodio — Desenvolvedor

Fundadores:

Bruno Grahl — 35 anos, Blumenau (SC) — é formado em Administração de Empresas pela Uniasselvi. É sócio da Rooftop Startups, CEO do HireApp e cofundador da Hallo!

João Paulo Ros — 29 anos, Blumenau (SC) — é técnico em Desenvolvimento de Sistemas pelo Senai e atua na área de tecnologia desde os 14 anos. Foi CEO da PremierSoft e é sócio da Rooftop Startups.

Douglas Gelsleicher — 27 anos, Blumenau(SC) — é formado em Sistemas de Informação pela Uniasselvi. Atuou como desenvolvedor mobile na PremierSoft e na Hallo!

João Paulo Serodio — 25 anos, Blumenau (SC) — é formado em Ciência da Computação pela Universidade de Blumenau. Atuou como desenvolvedor na PremierSoft .

Como surgiu:
Em conversas com donos de pequenos negócios, os sócios contam que viram a oportunidade de auxiliar estes empresários na gestão financeira, em questões como a dificuldade de receber boletos todos os dias, os vencimentos variados, e na negociação com bancos que não aceitam pagamentos de alguns tributos e opções de pagamento com prazo e parcelamento.

Estágio atual:
A Débito Direto está localizada em um coworking chamado RT Startups, em Blumenau e tem 35 clientes ativos.

Aceleração:
Está participando do programa “Capital Empreendedor”, do Sebrae.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 300 mil reais no negócio.

Necessidade de investimento:
Querem captar 2 milhões de reais para expandir o negócio em uma rodada de Venture Capital.

Mercado e concorrentes:
“O mercado de pequenas empresas e MEIs têm aumentado cada dia, principalmente agora na pandemia, quando diversas pessoas ficaram desempregadas e precisaram criar alguma forma de se manterem ativas”, diz Bruno. “Os bancos são os principais concorrentes, pois já fazem o pagamento das contas dos clientes. Além de aplicativos como Picpay e Recargapay. Porém, nenhum deles oferta a opção de garantia no pagamento das contas como a Débito Direto faz com prazo e parcelamento.”

Maiores desafios:
“Estabelecer a confiança, pois estamos falando das contas de empresas. Outro desafio é ter investimento para fluxo de caixa, já que trabalhamos no formato em que o cliente pode nos pagar a prazo.”

Faturamento:
Movimentou mais de 600 mil reais nos primeiros três meses de operação.

Previsão de break-even:
Agosto de 2022.

Visão de futuro:
“Queremos ser a principal forma para uma empresa pagar seus boletos, controlar seus gastos, ter opções facilitadas de pagamento de contas, prazo, parcelamento, sem precisar contar com a burocracia dos bancos. Iremos integrar com novas tecnologias, como DDA, TED, PIX, além de ir atrás de outros mercados como o de contabilidade, softwares e ERPs”, afirma o CEO.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

1467 Total Views 5 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: