A MatchMoney conecta investidores a empresas da área de construção civil que precisam de crédito

Dani Rosolen - 9 fev 2021 Dani Rosolen - 9 fev 2021
COMPARTILHE

Nome:
MatchMoney.

O que faz:
É uma fintech de P2P que conecta investidores a pequenas e médias incorporadoras, construtoras e loteadoras em busca de crédito.

Que problema resolve:
Soluciona o adiantamento de recebíveis de longo prazo de pequenas e médias empresas do setor da construção civil  que não são atendidas pelas securitizadoras, bancos e fundos. Para os investidores da plataforma, oferece acesso a investimentos com rentabilidade justa e garantia imobiliária.

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, traz a possibilidade de que loteadoras e incorporadoras recebam no presente o valor de seus contratos de financiamento de longo prazo. Com isso, essas empresas podem realizar novos investimentos no setor, equilibrar sua saúde financeira e movimentar a economia. Além disso, democratiza investimentos seguros e rentáveis, a qualquer pessoa.

Modelo de negócio:
A startup atua no P2P, com Renda Fixa.

Fundação:
Janeiro de 2019.

Sócios:
Daniela Busani — CCO
Elysio Xavier — CEO

Fundadores:

Daniela Busani — 49 Anos, Jundiaí (SP) é formada em Direito pela Universidade Paulista e cursa filosofia no Mackenzie. É sócia-proprietária da Nordex Incorporações e Construções Ltda.

Elysio Xavier — 46 anos, Curitiba (PR) — é incorporador e construtor há 20 anos. Fundou a Nordex Incorporações e Construções Ltda.

Como surgiu:
Elysio conta que a ideia surgiu da experiência frustrada em adiantar seus recebíveis imobiliários como incorporador há mais de 20 anos. Ele explica: “Os recebíveis imobiliários de loteadoras e incoporadoras são contratos de alta rentabilidade e baixíssimo risco, uma vez que tem o próprio imóvel financiado como garantia. Entretanto, as pequenas e médias empresas representam 90% do mercado de construção e não são atendidas pelas securitazoras, que negociam apenas contratos de grandes empresas do setor”. A validação da startup foi feita disponibilizando na plataforma recebíveis de sua própria incoporadora para serem adiantados.

Estágio atual:
A fintech tem 700 usuários cadastrados ativos. A operação e o atendimento são 100% online, com crescimento, em média, de 20% ano.

Aceleração:
A MatchMoney foi acelerada pelo Founders Institute (Califórnia) em agosto de 2020.

Investimento recebido:
Os sócios investiram até o momento 300 mil reais na MatchMoney.

Necessidade de investimento:
Não busca.

Mercado e concorrentes:
“Trata-se de um mercado que movimenta 90 bilhões de reais por ano no Brasil, sendo que 90% de nossos potenciais captadores não são atendidos atualmente. Temos um mercado gigantesco para trabalhar”, afirma Elysio. Como concorrentes indiretos, ele aponta a Creditas, a Mutual e a IOUU.

Maiores desafios:
“Os maiores desafios são desenvolver estratégias de marketing e ganhar confiabilidade.”

Faturamento:
O valor transacionado na plataforma até janeiro deste ano foi de 5,1 milhões de reais.

Previsão de break-even:
Foi alcançado no terceiro mês de operação, em março de 2020.

Visão de futuro:
“Queremos nos tornar Sociedade de Empréstimos entre Pessoas (SEP) e dar uma solução completa para todas as demandas de crédito do setor da construção civil”, conta Elysio.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

1232 Total Views 3 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: