Na Emotion.me, casar é – sempre – um bom negócio

Aline Vieira - 5 nov 2014
Depois de muito perrengue, Alexandre Ferreira e Bruna Bittencourt tiveram o casamento dos sonhos — e o insight para o negócio
COMPARTILHE

Que o casamento muda a vida de qualquer pessoa, não há dúvidas. Mas a união de Bruna Bittencourt, 32, e Alexandre Ferreira, 35, marcou também o início de uma nova fase na carreira dos dois. Foi a partir do “sim” da capixaba para o brasiliense que surgiu o Emotion.me, um cerimonialista virtual que planeja todas as etapas de um casamento, desde a lista de convidados até a contratação dos principais serviços para o grande dia, como o de beleza da noiva e o de transporte para a igreja.

Formada em Marketing, Bruna conheceu Alexandre, que é programador e fotógrafo, quando começou a trabalhar na mesma empresa que ele, em 2009. O caminho até o altar foi curto, mas cheio de histórias memoráveis. Eles começaram a namorar no início de 2010 e, no mesmo ano, sentiram que o romance podia evoluir para algo mais sério. “Eu costumava dizer que o pedido de casamento tinha que ser muito surpreendente para eu aceitar”, conta Bruna, fundadora e CEO da empresa, que tem escritório fixo no Rio de Janeiro.

Alexandre fez a lição de casa: passou dias nas internet atrás de ideias inspiradoras e resolveu usar o Twitter para se declarar. No dia 5 de outubro de 2010, mobilizou o máximo de amigos que pôde e lançou a hashtag #BrunaDigaSim para chamar a atenção da namorada. Além de emocionar Bruna, o pedido comoveu o Brasil todo: a hashtag foi parar nos Trending Topics. “Fui ver quando estava no meio de uma reunião. Muita gente estava citando o meu arroba”, conta Bruna. Ela aceitou, é claro.

A partir daí, enfrentaram uma série de problemas. Bruna, como a maioria das noivas de hoje em dia, era super requerida no trabalho e sobrava pouco tempo para organizar o próprio casamento. Planejar a cerimônia perfeita custou muitas noites mal dormidas para ela e o noivo. Bruna buscou a ajuda de várias ferramentas online, mas não encontrou nenhuma que solucionasse os seus problemas. “Tudo ainda era muito offline”, diz ela.

Foi sofrido, mas deu tudo certo. Eles se casaram em 2011, e no ano seguinte lançaram o serviço para ajudar noivas e noivos

Foi sofrido, mas deu tudo certo. Eles se casaram em 2011, e no ano seguinte lançaram o serviço para ajudar noivas e noivos

Sem alternativas para resolver os detalhe do matrimônio pela internet, ela desembolsou cerca de 5 mil reais na contratação de uma wedding planner (profissional de consultoria que cuida dos preparativos dos casamentos). Mas o estresse, por conta de mau atendimento de fornecedorer e da falta de opções de listagem de serviços, persistia. A muito custo, o casamento aconteceu — em abril de 2011 — do jeitinho que ela sonhou. E tanto perrengue acabou servindo para que Bruna tivesse a ideia que mudaria a sua vida: iria preencher essa lacuna e ajudar outras moças a subirem no altar com mais tranquilidade. “Fiquei muito chateada com a qualidade que esse setor apresentava no Brasil. Identifiquei uma carência muito grande de serviços. Daí surgiu a ideia de empreender nesse setor “, diz.

A PRIMEIRA APOSTA DÁ ERRADO: DESISTIR OU CONTINUAR?

O projeto inicial do casal foi o site Queroo.com, lançado em fevereiro de 2012, que tinha como proposta criar e compartilhar de maneira rápida e divertida listas de presentes de casamentos. Bruna deixou o emprego para se dedicar ao empreendimento, enquanto Alexandre optou por fazer jornada dupla. “A parte mais difícil disso tudo foi mesmo deixar o emprego. Esse foi o maior desafio”, conta ela.

Decidida a fazer o novo site acontecer, ela montou o novo negócio a partir de uma lista grande de perguntas: “Existia mais gente que queria otimizar o tempo com ferramentas online assim como ela?”, “Quem exatamente são meus clientes?”, “É possível trazer os fornecedores para o mundo virtual?”, entre outras. Mas, apesar de tudo, eles não tiveram o retorno esperado.

“Lançamos o site, mas ele não causou a atração que a gente gostaria. Foi cansativo e deu muito mais trabalho do que resultado”, conta Bruna. Ela não considera o Queroo um fracasso. Até porque, graças a ele, percebeu que sua ideia tinha potencial. Neste momento, entre desistir ou escalar, ela apostou na confiança que tinha no conhecimento de tecnologia do marido, e escolheu arriscar ainda mais. Um site que resolvesse apenas a lista de presentes não bastava. Era tudo ou nada.

Foram para o tudo: Alexandre escreveu o código de melhorias da ferramenta, e Bruna investiu 50 mil reais do próprio bolso nessa fase. Alguns meses depois, fez uma parceria com a Harpia Ventures, uma empresa de participações que se dedica ao investimento em startups.

“Depois que a gente entendeu que o produto inicial poderia ter uma escalada, procuramos investidores, que nos ajudaram a dar continuidade ao projeto e a implementar cada vez mais detalhes”

Quatro meses depois, em julho de 2012, o Queroo saía do ar para dar lugar ao Emotion.me. A aposta estava certa, e hoje o site é o principal cerimonialista virtual do país, com cerca de 100 mil usuários cadastrados, entre noivas e noivos.

O Emotion.me se apresenta como a solução para noivas que precisam planejar seus casamentos sozinhas e não têm tempo para visitas e reuniões presenciais (alguma semelhança com a história de Bruna?). O mercado oferece serviços semelhantes, como o ProntoCasei.com e o iCasei, mas o Emotion.me tem uma integração muito amigável com o Facebook e as redes sociais, o que facilita muito a vida dos noivos. “Com apenas alguns cliques, eles podem acessar um cardápio muito grande de fornecedores e de serviços”, diz Bruna.

Uma das sacadas do serviço é a integração rápida e fácil com as redes sociais

Uma das sacadas do serviço é a integração rápida e fácil com as redes sociais

Ela acredita que a sua ferramenta é a mais completa do mercado porque, desde o início de suas atividades, envolveu muita pesquisa — além do aprendizado com o Queroo. “Antes de entrarmos nisso, pesquisamos durante um ano e meio com muitos noivos para descobrir quais eram as necessidades reais deles.”

O acesso aos mais de 3 000 fornecedores do Emotion.me é gratuito, assim como a criação de uma agenda de mais de 80 tarefas para os noivos realizarem até o dia do casamento. “Nós fazemos um acompanhamento da to-do list dos noivos. Eles se cadastram, colocam a data do casamento e têm o nosso apoio [na tomada de decisões]. A gente pega pela mão mesmo”, diz.

A tendência é de que serviços online e aplicativos como este cresçam cada vez mais, devido ao constante aquecimento do setor de eventos no país. Segundo a Associação dos Profissionais, Serviços para Casamentos e Eventos Sociais (Abrafesta), o faturamento na área foi de 14,5 bilhões de reais em 2013 e estima-se que poderá chegar a 20 bilhões este ano.

AFINAR O MODELO DE NEGÓCIO E CRESCER

A Emotion.me planeja expandir sua lista de fornecedores. Como o acesso à maioria dos serviços é gratuito, apenas uma parte do faturamento vem das opções pagas. Por exemplo, a customização avançada de layouts para o site do casal custa 30 reais. Outra receita vem de quando os noivos escolhem receber presentes em forma de dinheiro, o site fica com uma porcentagem do valor. Mas a principal sustentação financeira da empresa está nos acordos com os fornecedores. Ao estabelecer essas parcerias, a Emotion.me recebe uma porcentagem em cima de cliques, e também de cada negócio fechado por meio do site.

Depois de dois anos de operação bem sucedida, Bruna vê um futuro animador. “Queremos continuar escalando a empresa. Aumentar cinco, dez vezes o nosso tamanhho. O momento é de muita conversa. Nós estamos buscando parcerias estratégicas para ampliar o conhecimento da nossa empresa no Brasil. Também queremos atrair empresas que não focam em casamentos mas têm um apelo forte nessa área, como hotéis e agências de viagens”, diz.

Além de ajudar no “antes”, a Emotion.me também compartilha muitas histórias do “depois” do grande dia. Parte dessas histórias está na seção blog do site. “Não consigo escolher uma só história bonita que tenha me emocionado desde que criamos o Emotion.me. Cada uma que está lá é especial.”

draft card emotionme

481 Total Views 2 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: