A Houseasy permite que as pessoas apaguem as luzes de suas casas com um toque no celular

Dani Rosolen - 6 fev 2020
COMPARTILHE

Nome:
Houseasy.

O que faz:
É uma startup de automação residencial.

Que problema resolve:
Não exige a instalação de fios e de obras para a automatização da casa. Apenas com sensores e o app da Houseasy o usuário pode realizar os comandos, utilizando o recurso do Wi-Fi 

O que a torna especial:
Segundo o fundador, a startup “ajuda seus clientes a terem experiências únicas no dia a dia, como ligar o ar-condicionado, a televisão, o som e as luzes com apenas um toque no celular ou com um simples comando de voz”.

Modelo de negócio:
O app e os sensores são gratuitos e a Houseasy lucrará com a venda de espaços publicitários na sua plataforma.

Fundação:
Janeiro de 2019.

Sócio:
Willian Power Homem — CEO

Fundador:

Willian Power Homem — 28 anos, São Paulo (SP) é formado em Odontologia pela Uningá. Trabalhou na Ortodontia Integrada e Spassodonto.

Como surgiu:
O fundador conta que desde o início pensou em um produto que ele mesmo pudesse usar em casa para facilitar sua rotina. “Desde o princípio, a Houseasy foi validada por inúmeras pessoas que desejavam ter automação residencial, mas que não tinham interesse em fazer altos investimentos”, afirma.

Estágio atual:
A Houseasy conta com escritório sede em Curitiba e mais de 1.200 usuários cadastrados em todo o país. A startup começou a enviar sensores para os usuários cadastrados em sua base em janeiro deste ano.

Aceleração:
Não busca.

Investimento recebido:
O empreendedor investiu 100 mil reais e captou mais 550 mil em uma rodada de investimento-anjo.

Necessidade de investimento:
Para alavancar sua operação, atingindo mais clientes, o fundador estima uma próxima rodada de investimento a partir de 10 milhões de reais.

Mercado e concorrentes:
“Menos de 1% do número de residências no Brasil possui algum sistema de automação, por isso vemos uma grande oportunidade para fazermos algo diferente”, diz o CEO. Existem startups com propostas semelhantes como a Kokar.

Maiores desafios:
“Como as pessoas ainda não estão acostumadas com este tipo de tecnologia, nosso maior desafio é apresentar algo que realmente possa mudar a vida das delas.”

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
2022.

Visão de futuro:
“Nosso objetivo nos próximos cinco anos é alcançar 1,5 milhões de clientes”, afirma Willian.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

477 Total Views 6 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: