APRESENTA

Cresci, e agora? Veja como expandir sua empresa sem perder a identidade da marca

Rafaela Carvalho - 14 jan 2020
Está vendo os negócios progredindo? É importante manter a personalidade do que você construiu até aqui. Veja 4 dicas para fazer isso.
COMPARTILHE

Sua empresa está crescendo, você contratou novos funcionários e está trabalhando com um número maior de colaboradores, fornecedores e parceiros? Ótimo! Esse trabalho em rede tem diversas vantagens. Mas ele traz consigo uma preocupação: como evitar que a empresa perca sua identidade e acabe se comunicando por muitas vozes distintas?

Assim como uma pessoa física tem seus próprios valores, seu visual e seu modo de falar e se relacionar (ou seja, sua identidade), uma pessoa jurídica também tem tudo isso, que você pode chamar de identidade corporativa. Empresas que valorizam essa identidade se apresentam e se comunicam melhor.

Na caminhada para a consolidação de uma marca, é natural que o empreendedor se preocupe em manter a identidade da empresa quando muitas vozes passam a falar por ela. E todo colaborador que conversa com os públicos da sua empresa é um porta-voz dela. Confira nossas dicas a seguir para fazer isso da melhor maneira possível.

1. Siga seu propósito

Sua empresa tem valores, missão e objetivos que precisam ser seguidos. Cabe a você, como empreendedor, cuidar para que esses propósitos sejam cumpridos por todos. Isso é especialmente importante com relação aos colaboradores que têm dentre suas funções a de se comunicarem com o público externo.

Imagine que você tem um restaurante com garçons que tratam seus clientes de formas completamente diferentes. Se essa diferença for uma questão de atendimento personalizado, então ótimo. Mas, se for aleatória, um dia o cliente pode adorar o seu serviço, no outro pode ficar insatisfeito.

A dica para fazer isso é um trabalho de duas vias: selecionar colaboradores alinhados e alinhar os trabalhadores selecionados. Contrate pessoas que tenham a personalidade alinhada à sua empresa, mas não deixe de treiná-las.

Naturalmente seus funcionários vão precisar de instruções para saberem agir de forma adequada. Para isso, é importante que eles sejam integrados à cultura da empresa e recebam um bom treinamento. Vale lembrar, também, que nenhuma identidade é construída do dia para a noite. É um processo contínuo de evolução. Por isso a importância de reforçar constantemente a cultura da empresa com os colaboradores. Aos poucos, a identidade da sua marca ficará mais sólida e seus clientes vão reconhecer sua empresa com facilidade.

 

2. Construa relevância

É importante que a empresa se mantenha em constante evolução e também se posicione com transparência para atrair pessoas que compartilham dos mesmos propósitos e comprem as suas ideias. Você pode fazer isso de várias maneiras e em vários meios, mas uma ótima maneira de fazer isso é por meio de comunidades na internet. É possível construi-las fazendo marketing de conteúdo, conversando com seu público em mensagens privadas e até mesmo criando um grupo para sua marca no Facebook. Mostre que você sabe do que está falando, compartilhe paixões, conte histórias e se relacione ativamente com seus públicos.

 

3. Valorize seus diferenciais

Ao posicionar sua marca, procure aquilo que a torna única. É assim que as pessoas vão enxergar você em meio a todas as outras identidades tentando aparecer por aí – e é a partir desse posicionamento que a sua empresa poderá ganhar um significado maior para o seu público.

Ao saber vender o que você tem de especial, você conseguirá tocar as pessoas verdadeiramente e, dessa maneira, conseguirá construir uma reputação.

Dá para fazer isso prestando atenção nos públicos à sua volta e em quem você quer atrair. Um exemplo de quem sabe fazer isso é a Melanin, que faz materiais escolares como mochilas e estojos para crianças negras e destaca a importância da diversidade racial e da representatividade desde a infância. Sua empresa pode solidificar esse posicionamento fazendo publicações segmentadas, para atrair públicos de forma mais assertiva, e impulsionando posts para públicos específicos em sua Página de Facebook ou Perfil do Instagram para atrair mais gente.

 

4. Mantenha o controle

Para garantir que tudo esteja funcionando conforme o planejado, é importante buscar feedbacks – ou seja, saber a opinião das pessoas que são importantes para sua empresa existir. Isso deve ser feito em todas as instâncias da sua comunicação, começando pelos seus colaboradores, passando pelos seus fornecedores e parceiros e incluindo, claro, os seus clientes.

Na sua empresa, considere adotar uma plataforma como o Workplace. Com os clientes, peça opiniões por meio de enquetes na sua Página de Facebook ou Perfil do Instagram, e use também a etiqueta de perguntas no Stories para tirar dúvidas. Essas são ferramentas poderosas para fazer uma pesquisa de mercado junto à audiência que já te acompanha.

A identidade da sua empresa, no fim das contas, se revela nas sensações que as pessoas têm com cada conexão realizada com a companhia ou diretamente com você, empreendedor. Por isso, é importante saber: qual é a mensagem que fica para essas pessoas após cada conexão dessas?

 

Consultoria: Bruno Rodrigues Faria, analista do Sebrae MG.

 

O post original desta publicação está aqui. O Facebook Para Empresas quer orientar e empoderar micro, pequenos e médios empreendedores no Brasil. Você pode conhecer mais acessando facebook.com/business, a Página Facebook Para Empresas ou o brand channel do Facebook no site do Draft.

869 Total Views 3 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: