APRESENTA

No Bones: o açougue vegano que também quer atrair carnívoros

Rafaela Carvalho - 15 jan 2020
Marcella Izzo, filha de uma família de açougueiros, inovou. Agora ela usa suas plataformas para chamar veganos e não-veganos dialogar sobre alimentação sem carne.
COMPARTILHE

Marcella não levanta bandeiras. Ela acredita que sua alimentação livre de carne não é motivo para militância, e sim um início de conversa para qualquer pessoa que tiver curiosidade de entender mais sobre o assunto. Conheça a história da empreendedora fundadora do No Bones, açougue vegano localizado na capital paulista.

“Para o estranhamento de toda a minha família, que é de açougueiros, eu me tornei vegana na vida adulta. O que era uma decisão diferente demais para meus pais, tios e avós, porém, era um hábito alimentar interessante para muitos amigos que me visitavam e viam que eu preparava refeições com ingredientes de origem exclusivamente vegetal. Alguns colegas, vegetarianos ou veganos, sempre se revelavam surpresos com minhas criações, e chegavam a desabafar para mim sobre a falta de variedade que sentiam que existia em uma dieta livre de carne.

Percebi aí uma oportunidade de unir esses dois mundos: aquele de onde eu vim e aquele do qual eu faço parte. Foi assim que nasceu, em 2016, o No Bones – The Vegan Butcher Shop.

Somos o primeiro açougue vegano de São Paulo. Aqui, desenvolvemos um cardápio abundante no que chamamos de “carnes vegetais”: alimentos que têm a aparência de salsicha, linguiça, hambúrguer e de cortes para churrasco são feitos, na verdade, com produtos como grão de bico, feijões, cenoura, beterraba, batata, ervilha, cogumelos, quinoa e mais.

Nosso objetivo principal é começar um diálogo com nosso público a partir do olhar curioso. Queremos atrair não apenas vegetarianos e veganos, mas pessoas carnívoras que, a partir da ‘cara de carne’ dos nossos produtos, sintam o apetite despertar. Ao tornar a alimentação de origem vegetal atraente para todo mundo, acreditamos que tiramos o receio do público em relação à alimentação vegana, encorajando mais gente a adotá-la em pelo menos algumas de suas refeições.

Foi por causa do apelo visual dos nossos produtos que ganhamos visibilidade no Facebook e no Instagram desde o dia da nossa inauguração. As redes sociais se tornaram não apenas nossa principal vitrine como também transformaram o No Bones em um ponto turístico para todo tipo de consumidor. Essa repercussão possibilitou o início das primeiras conversas com clientes, algo que valorizamos e preservamos até hoje. Mantendo o diálogo aberto, perguntamos por meio de enquetes quais são as preferências dos nossos seguidores quando estamos reformulando nosso cardápio e quais ingredientes são mais interessantes para eles, por exemplo. Para nós, é evidente o quanto essa interatividade encoraja pequenas mudanças de hábitos alimentares. Graças a essas conversas, livres de julgamento mesmo quando o assunto é sério, conseguimos atrair mais pessoas para nossas plataformas e trazer mais leveza tanto para a relação com o público quanto para o alimento que vai para o prato dele.”

Marcela Izzo tem 29 anos e é co-fundadora do açougue vegano No Bones – The Vegan Butcher Shop, em São Paulo. Você pode conhecer mais sobre o negócio dela acessando a Página da Empresa no Facebook ou no Perfil do Instagram.

 

O post original desta publicação está aqui. O Facebook Para Empresas quer orientar e empoderar micro, pequenos e médios empreendedores no Brasil. Você pode conhecer mais acessando facebook.com/business, a Página Facebook Para Empresas ou o brand channel do Facebook no site do Draft.

 

 

O No Bones já saiu no Draft, em 2017! Confira o post aqui.

11991 Total Views 3 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: