Omnize oferece comunicação multicanal para o SAC de pequenas e médias empresas

Luisa Migueres - 4 nov 2015
COMPARTILHE

Nome:
Omnize.

O que faz:
Oferece uma plataforma de atendimento multicanal para sites de empresas. Na primeira versão, possibilita o atendimento por chat, voz e vídeo, e em próximos lançamentos também integrará WhatsApp, redes sociais e e-mail.

Que problema resolve:
A empresa diz que o custo e a complexidade de contratar e administrar sistemas para atender os variados canais de atendimento disponíveis hoje é impeditivo para empresas de menor porte. A ideia da Omnize é democratizar o acesso a uma plataforma multicanal de atendimento ao cliente, tanto em termos de preço, quanto de facilidade de uso.

O que a torna especial:
Toda a comunicação é feita via navegador, inclusive voz e vídeo, sem instalação de plug-ins. Sem um software assim, para atender múltiplos canais, a empresa-cliente deveria contratar múltiplos fornecedores ou investir em projetos personalizados de integração.

Modelo de negócio:
Freemium. O plano gratuito dá acesso aos três canais iniciais (chat, voz e vídeo), com limitações de funcionalidades e quantidade de interações. Os planos pagos oferecem interações ilimitadas e variam de acordo com os canais escolhidos. O Lite (29 reais mensais por licença no ciclo anual) oferece o canal chat com todas as funcionalidades e interações ilimitadas, e o Pro (99 reais mensais por licença no ciclo anual) oferece os canais chat, voz e vídeo com todas as funcionalidades e interações ilimitadas.

Fundação:
Março de 2015.

Sócios:
Fabricio Buzzatti — CEO
Ricardo Galvão – CTO
Helena Simon – CMO
Bruno Emer – Engenheiro Master DevOps
Grupo INV Participações

Perfil dos fundadores:

Fabricio Buzzatti — 39 anos, Porto Alegre (RS) – formado em Engenharia Elétrica pela E.E.Mauá com mais de 15 anos de experiência em telecom e call centers. Abriu sua primeira empresa em 2006 e hoje é sócio de uma holding.

Ricardo Galvão – 39 anos, São Paulo (SP) – formado em Engenharia da Computação pela Unicamp. Tem mais de 10 anos de experiência em telecom e call centers. Estuda a tecnologia que originou a Omnize há quatro anos.

Helena Simon – 28 anos, Rio de Janeiro (RJ) – formada em Publicidade pela UFF, com MBA em Business Communications pela ESPM. Tem nove anos de experiência em marketing, sendo três deles exclusivamente em startups.

Bruno Emer – 27 anos, São Paulo (SP) – formado em redes de computadores e com MBA em Cloud Computing pela FIAP. Tem sete anos de experiência no setor de TI, atuando principalmente nas áreas de telecom e cloud computing.

Como surgiu:
O embrião da ideia da Omnize existe desde 2001, quando dois dos sócios começaram a pensar no modelo de software como serviço (SaaS), na época em que este conceito ainda era novo. De 2009 em diante, a ideia foi colocada em prática com a montagem de uma central de atendimento em nuvem e, deste momento em diante, eles não pararam de estudar a tecnologia e o mercado.

Estágio atual:
A startup pertence ao grupo INV Participações e tem um escritório em São Paulo, onde atuam as equipes de tecnologia, marketing e suporte. Recentemente foi aprovada no programa de incentivo à inovação do Desenvolve SP.

Aceleração:
Não foi acelerada.

Investimento recebido:
Foi realizado um investimento próprio no valor de 1 milhão de reais.

Necessidade de investimento:
Os sócios avaliam a entrada de possíveis investidores em 2016.

Mercado e concorrentes:
A Omnize foca em pequenas e médias empresas que possuem o site como maior plataforma de comunicação com clientes. Alguns exemplos de segmentos são e-commerces, imobiliárias, seguradoras, operadoras de turismo e desenvolvedoras de softwares. Entre os concorrentes estão a Zopim e Olark.

Maiores desafios:
“Educar o mercado sobre a utilização dos canais voz e vídeo pela web. Voz é uma grande novidade e vídeo ainda é visto com desconfiança, algo para poucos. Também será um grande desafio internacionalizar a plataforma”, diz Helena.

Faturamento:
A previsão é faturar 5 milhões de reais até 2018.

Previsão de break-even:
Outubro de 2016.

Visão de futuro:
“Queremos empoderar o empreendedor, simplificando e tornando acessíveis tecnologias que transformam a relação entre empresas e clientes”, dizem os sócios.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

385 Total Views 3 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: