Sabiar, experiências ao redor do mundo

Kaluan Bernardo - 7 abr 2015
Logo da empresa.
Kaluan Bernardo - 7 abr 2015
COMPARTILHE

Nome:
Sabiar

O que faz:
O Sabiar é um marketplace de experiências e cursos ao redor do mundo. A proposta é juntar a vontade de conhecer novas culturas e lugares à de aprender mais sobre algum tema de interesse. É possível comprar aulas de culinária na Argentina ou um passeio a cavalo no Chile. O menu tem mais de 150 experiências, em 12 países, organizadas por tema, data ou local. A empresa também foca no mundo corporativo e pacotes para grupos fechados.

Que problema resolve:
Ajuda quem gosta de atividades diferentes e quer vivenciar novidades quer seja sua própria cidade ou quando viaja. Existem sites que vendem experiências, mas geralmente tratam de um único tema ou cidade, ou oferecem atividades muito turísticas.

O que a torna especial:
“O diferencial do Sabiar é que o cliente pode se aventurar em qualquer tema em qualquer lugar, e se divertir conhecendo mais sobre a cultura de onde está visitando”, diz Adriana Lima, fundadora do negócio.

Fundação:
Fundado em dezembro de 2013 e relançado, após uma reformulação, em fevereiro de 2014.

Modelo de negócios:
Ganham comissão das vendas das experiências.

Sócias:
Adriana Lima – Idealizadora e fundadora. Fez o investimento inicial e os testes durante o ano de 2014.
Fernanda Bolguese – Juntou-se ao Sabiar em dezembro de 2014, colocou investimento, ajudou a replanejar o negócio e também se dedica fulltime à empresa.


Perfil das fundadoras:
Adriana Lima – São Paulo (SP), 32 anos – já trabalhou em marketing em empresas como Johnson & Johnson e Ambev. Após 10 anos de experiência no mercado corporativo, resolveu empreender e trabalhar com algo que unisse suas paixões (viagens, gastronomia, cultura). É formada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e tem MBA e mestrado em Relações Internacionais pela Wharton School e Lauder Institute (UPENN). Tem um blog de viagens. Hoje, no Sabiar, é responsável pelo marketing, tecnologia e RH.

Fernanda Bolguese – São Paulo (SP), 30 anos – tem experiência no mercado financeiro. Trabalhou sete anos no banco de investimento Credit Suisse, nas áreas de Mercado de Capitais e Corretora de Valores para America Latina. Em março de 2014 decidiu tirar um período sabático e morou por sete meses em Florença, na Itália, onde iniciou a paixão por cursos e experiências voltados para ampliar seus horizontes e conhecimento. Ao voltar para o Brasil resolveu empreender no Sabiar ao lado de Adriana, com o objetivo de proporcionar a todas as pessoas experiências ricas como as que descobriu durante seu sabático. É formada em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP).

Como surgiu:
“Sempre viajei muito. Fui fazer MBA nos Estados Unidos, e com mais tempo livre, me dediquei a viajar mais e a atualizar mais o blog. Me envolvi com turismo e decidi que queria mudar de ramo de trabalho. Queria ter horários mais flexíveis, trabalhar em um lugar informal, com menos hierarquia, e com algo que eu fosse apaixonada e que afetasse a vida das outras pessoas. Comecei a pesquisar ideias diferentes dentro de turismo, testei algumas e elas foram evoluindo até chegar ao conceito atual do Sabiar”, conta Adriana.

Estágio atual:
Está em plena operação, com site novo no ar e time contratado pronto para atuar.

Aceleração:
Não buscam.

Necessidade de investimento:
Estão analisando o plano financeiro para definir se em 2016 precisarão de aporte externo, de empréstimo ou se conseguirão se sustentar com as vendas do ano.

Investimento recebido:
Investimento próprio, de 500 mil reais, das duas sócias.

Mercado e concorrentes:
Empresas como a + Asas também oferecem experiências únicas (nesse caso, apenas no Rio de Janeiro). As sócias consideram não ter nenhum concorrente direto.Existem algumas empresas como o Viator, que vendem tours e experiências pelo mundo, mas são focados em atividades muito turísticas, não fazem uma curadoria de experiências especiais, culturais e ligadas ao aprendizado”, diz Adriana. Elas também consideram como concorrentes as empresas que vendem atividades temáticas (mesmo que dentro de um tema só) como gastronomia, fotografia, tours etc.

Maiores desafios:
Descobrir canais de venda mais eficientes. Hoje, elas fazem a venda online, offline para empresas, e podem fazer parcerias com hotéis, agências e organizações internacionais para vender. “Queremos entender quais delas que vão realmente nos fazer escalar mais rapidamente”, diz Adriana.

Faturamento:
Elas ainda não têm uma previsão de faturamento. Agora, com o site funcionando, estão analisando as vendas, potencial do mercado e desenhando nossas previsões de faturamento para 2015 e para os próximos anos.

Previsão de break-even:
Também não há previsão.

Visão de futuro:
“Nosso plano não é vender a empresa. Temos paixão pelo que fazemos e vemos um potencial enorme de crescer no mercado de experiências. Podemos ter um menu com mais de 20 mil experiências em todo o mundo, crescer por cidade, por categoria, por segmento (corporativo ou consumidor final), evoluir para categorias diferentes (infantil, projetos sociais etc) e ser referência no turismo criativo. Esse segmento ainda é novo e, em alguns lugares do mundo, como na Europa, está ganhando força. Queremos ser a empresa que faz isso no Brasil”, diz Adriana.

Onde encontrar:
Site
Contato
Telefone: (11) 98858-3085

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua  iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu. 

834 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: