Sua empresa precisa de serviços de audiovisual? A moov.me oferece produção de vídeos por assinatura

Dani Rosolen - 13 set 2022 Dani Rosolen - 13 set 2022
COMPARTILHE

Nome:
moov.me.

O que faz:
É uma plataforma que oferece o serviço de produção audiovisual por assinatura (video as a service), com planos que incluem captação e/ou edição de vídeos de baixa e média complexidade.

Que problema resolve:
Quer ser uma alternativa aos freelancers e produtoras, atendendo a demanda de PMEs, startups e influenciadores que buscam agilidade e preço acessível na produção de vídeos de baixa e média complexidade (como registros de eventos, conteúdo para redes sociais, videoaulas, depoimentos de clientes, entre outros).

O que a torna especial:
De acordo com o fundador Eduardo Mitelman, o que torna a moov.me especial é o seu padrão de qualidade e atendimento aliados a agilidade nas entregas. “Contratando qualquer um dos planos, você terá a primeira versão do vídeo entregue em até 72 horas após a captação ou upload dos arquivos”, diz

Modelo de negócio:
O modelo de negócio é o video as a service, com planos a partir de 7.200 reais mensais.

Fundação:
Janeiro de 2022.

Sócio:
Eduardo Mitelman Fundador

Fundadores:

Eduardo Mitelman — 29 anos, São Paulo (SP) é formado em Publicidade pela FAAP, com especialização em Gestão de Projetos pela FGV e pós-graduação em Inovação, Design e Estratégia pela ESPM. Trabalhou em empresas como Young&Rubicam e Conspiração Filmes, atendendo projetos do HSBC, P&G, Crayola, WWF, Canal Fox, SBT e MTV. Fundou a DNA Conteúdo e em seguida a moov.me.

Como surgiu:
Eduardo conta que ao longo dos últimos dois anos, no período da pandemia, em sua primeira empresa, a DNA Conteúdo, uma consultoria de experiências educacionais corporativas para grandes empresas, observou uma demanda reprimida por vídeos curtos, de baixa e média complexidade, editados de forma rápida. “Eram pequenas e médias empresas, que por conta da Covid-19, tinham que estar mais presentes no universo digital e nas mídias sociais. Vi ali a oportunidade de criar uma segunda frente de negócios, a moov.me, que teria como diferenciais o baixo custo e a velocidade na entrega do serviço de vídeos editados.”

Estágio atual:
A moov.me tem atualmente seis clientes recorrentes e um pipeline de mais de 55 empresas. A meta é fechar o ano com 14 empresas pagantes.

Aceleração:
Não busca.

Investimento recebido:
O empreendedor investiu 150 mil reais na empresa.

Necessidade de investimento:
Não busca.

Mercado e concorrentes:
“Toda empresa hoje precisa produzir vídeos constantemente, seja para o público externo ou para o interno. A produção recorrente de vídeo já é uma realidade, mas falta uma empresa que pense nessa atividade e facilite todo o processo para executivos e empresários”, diz Eduardo. Ele afirma que os principais concorrentes da moov.me são os freelancers desta área de atuação.

Maiores desafios:
“O maior desafio é democratizar a edição de vídeos”, afirma Eduardo.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Já aconteceu no primeiro mês de operação.

Visão de futuro:
“Nosso objetivo é ter até final de 2023 mais de 50 empresas cadastradas na moov.me”, conta o fundador.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

47 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: