Suprevida: acesso a informações, contratação de serviços e produtos médicos para cuidados em domicílio

Dani Rosolen - 19 mar 2020
COMPARTILHE

Nome:
Suprevida

O que faz:
Conecta conteúdos úteis, produtos e cuidados para saúde a pacientes que precisam de tratamento e cuidados domiciliares.

Que problema resolve:
Resolve a carência, o desamparo, o desalento de pacientes e familiares que em domicílio necessitam de acesso a informação, aquisição de produtos especiais e profissionais de cuidados de saúde e não estão sendo atendidos adequadamente.

O que a torna especial:
Segundo os sócios, a Suprevida disponibiliza em um só lugar conteúdos úteis para facilitar a vida de pacientes e oferece produtos médicos com valores 5% mais baratos que em outros locais.

Modelo de negócio:
A Suprevida obtém sustentação financeira pela intermediação da venda de produtos para saúde de livre comercialização.

Fundação:
Junho de 2018.

Sócios:
Rodrigo Correia da Silva — CEO e fundador
Fernando Gallo — investidor e conselheiro
Camila Abel Correia da Silva — investidora e conselheira

Fundador:

Rodrigo Correia da Silva — 43 anos, São Paulo (SP) — é  formado em Direito pela PUC/SP. Fundou o Correia da Silva Advogados, cofundador da RCX2 Riskmaster e professor da FGV. É mestre, também pela PUC, com a tese transformada no livro Regulamentação Econômica da Saúde. Fez parte do grupo de estruturação do Instituto Ética Saúde e da Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde.

Como surgiu:
Fundada em 2018 e operando oficialmente desde o início de 2019, a empresa surgiu inspirada por uma dificuldade que o fundador vivenciou com o pai para encontrar cuidados e materiais pós-cirúrgicos depois da retirada de um câncer de intestino. A validação da ideia foi feita com o lançamento do MVP, em janeiro de 2019, e depois pela operação comercial da empresa, desde maio de 2019.

Estágio atual:
Atualmente a Suprevida é residente no Distrito Inova HC no Hospital das Clínicas. “Desde maio de 2019 estamos tracionando a empresa com um crescimento médio de transações próximo a 30%, tendo atendido mais de mil usuários em todo o Brasil”, afirma Rodrigo.

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 800 mil reais na startup.

Necessidade de investimento:
“Iniciamos a fase de captação de investimento para incremento do esforço comercial, da rede de fornecedores de produtos, de portfólio, de capilaridade e do marketing. Estimamos captar 3 milhões de reais”, diz o CEO.

Mercado e concorrentes:
“O mercado de saúde no Brasil e no mundo é crescente dado o aumento da expectativa de vida e a oferta de tecnologia e serviços capazes de melhorar a saúde e a qualidade de vida. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o brasileiro gasta do próprio bolso mais de 1,25 bilhão de reais com itens médicos e mais de 2,72 bilhões de reais com profissionais de saúde”, diz Rodrigo. Ele aponta como concorrentes o Mercado Livre e o GetNInjas.

Maiores desafios:
“Contar para pacientes, familiares e profissionais de saúde que a Suprevida existe e está disponível para solucionar suas dores.”

Faturamento:
Já transacionou 70 mil reais em produtos para usuários de todo o Brasil

Previsão de break-even:
2021.

Visão de futuro:
“Queremos ser a plataforma que as pessoas acessam para  cuidar de suas necessidades de saúde em domicílio”, conta Rodrigo.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

986 Total Views 2 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: