Verbete Draft: o que é UX Researcher

Isabela Mena - 11 dez 2019
O UX Researcher atua tanto em plataformas digitais com físicas, já que o conceito de experiência do usuário considera tudo o que há interação, seja o aplicativo de uma loja virtual, seja uma loja real.
COMPARTILHE

Continuamos a série que explica as principais palavras do vocabulário dos empreendedores da nova economia. São termos e expressões que você precisa saber: seja para conhecer as novas ferramentas que vão impulsionar seus negócios ou para te ajudar a falar a mesma língua de mentores e investidores. O verbete de hoje é…

UX RESEARCHER

O que acham que é: Um outro nome para a função de UX Designer.

O que realmente é: UX Researcher é o profissional que, dentro de um projeto de UX (User Experience), é responsável pela pesquisa e planejamento relativos ao comportamento do usuário. Considerando-se que UX é uma abordagem de desenvolvimento de produto que incorpora o feedback do usuário em todo o ciclo, visando atendê-lo em suas necessidades, depreende-se a importância do UX Researcher no processo.

Há métodos no trabalho desse profissional, e eles são quantitativos e qualitativos. Thiago Costa, coordenador da pós-graduação em Comunicação e Marketing Digital da FAAP (Faculdade Armando Alvares Penteado), destaca, dentre alguns, mineração de dados, pesquisa de observação, pesquisa netnográfica (etnografia das comunidades online) e testes A/B (método de comparação que envolve a criação de duas versões diferentes). “A partir dessa multiplicidade de entendimentos, o UX Researcher gera um plano de design, uma estrutura ou wireframe (protótipo), com indicações de quais caminhos o UX Designer deve seguir na criação do projeto.”

O porquê da confusão: O UX Designer é o outro lado da maçã em um projeto de UX — pelo menos idealmente. Em teoria, e em definição simplificada, é ele quem executa o que foi pesquisado e planejado pelo UX Researcher. Na prática, não é bem assim . “Infelizmente, é muito comum que um mesmo profissional exerça tanto a função de pesquisador como a de designer, diz Costa. “Isso acontece, basicamente, por conta de redução de custos.”

Nesses casos, vale ressaltar, o título que se sobressai é o de UX Designer, que, por esse motivo ou não, esteve na lista da Business Insider de melhores empregos nos Estados Unidos deste ano (em 46º lugar). Já UX Researcher ocupou a 39ª posição da lista da CNN de melhores empregos, também nos Estados Unidos, em 2017. Na mesma lista, UX Designer ficou em 99 º lugar. Não é fácil compreender.

Aos interessados, o Facebook vai contratar estagiários para o cargo de UX Researcher em Menlo Park (Califórnia), em Seattle e em Nova York. As inscrições são agora mas as vagas são para 2020.

Como atua: O UX Researcher é fundamental na assertividade da experiência do usuário, que é a alma do projeto.

Para Costa, quando a pesquisa é bem feita, a possibilidade de acerto é muito maior, há fluidez e ganho de tempo no desenvolvimento, o que diminui o retrabalho. “Além disso, o usuário sente-se completamente envolvido pela experiência, ampliando o impacto e a imersão, o que decisivamente ajuda no alcance dos objetivos.”

Onde atua: Tanto em plataformas digitais com físicas, já que o conceito de experiência do usuário considera tudo o que há interação, seja o aplicativo de uma loja virtual, seja uma loja real.

Para saber mais:
1) Leia, no blog da Springboard, Becoming a UX Researcher: What Skills You’ll Need.
2) Leia, no Medium, Finding a Voice as a Non-Traditional UX Researcher. What I learned during my unconventional career transition from architecture to Google UX.

543 Total Views 3 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: