As marcas devem fazer storytelling ou storydoing?

Adriano Silva - 12 jan 2015

Qual é a diferença entre contar uma boa história e realmente mostrar algo efetivo, que impacte a vida das pessoas? Dani Cachich, VP de marketing da Heineken, fala sobre esta e outras sutis diferenças entre storytelling e storydoing.

“As marcas precisam mostrar o que estão fazendo, mais do que só falar”, diz ela.

Dani sabe, no entanto, que nem sempre uma marca tem algo a mostrar.

“Não é algo simples de fazer. Não acho que todas as marcas deveriam (transformar storytelling em storydoing). Mas quando elas fazem isso, o impacto na vida das pessoas é maior”, diz Dani, e toma como exemplo um projeto da Heineken, que revitalizou o Beco das Garrafas — tradicional ponto da boemia carioca, que foi reformado e voltou a apresentar uma programação musical noturna.

“A marca que consegue fazer storydoing tem uma vantagem competitiva.”

Play para ver mais!

 

502 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: