Vitaminas personalizadas de acordo com a necessidade de cada cliente. É esta a proposta da Be.Cap.s

Dani Rosolen - 31 ago 2021 Dani Rosolen - 31 ago 2021
COMPARTILHE

Nome:
Be.Cap.s.

O que faz:
É uma plataforma que usa inteligência artificial e machine learning para entregar uma combinação de vitaminas e suplementos de forma personalizada para cada cliente.

Que problema resolve:
A empresa quer suprir uma demanda crescente do brasileiro por vitaminas que de fato possam auxiliar no que ele precisa em diferentes fases da sua vida. Para isso, os clientes precisam responder um questionário da startup com informações pessoais (idade, peso, altura, gênero  e alergias), hábitos alimentares e dieta, estilo de vida e dificuldades enfrentadas, como por exemplo, perda de apetite.

O que a torna especial:
Segundo os sócios, o diferencial é oferecer aos clientes a possibilidade de contar com o auxílio da inteligência artificial na tomada de decisão, além da exclusividade e personalização das formulações. A empresa também tem vários canais de informações, como a revista Be.cap.s, blog, podcast e o canal do YouTube de entrevistas “Momento Be.cap.s”.

Modelo de negócio:
Trabalha com um modelo de compra para um mês e uma assinatura. Além de planos empresariais, em que os RHs das empresas podem dar acesso ao produto como um benefício para os colaboradores.

Fundação:
Agosto de 2021.

Sócios:
Rupen Grisi Kuyumjian CEO
Diego Gallardo — Diretor estratégico.

Fundadores:

Rupen Grisi Kuyumjian  38, São José do Rio Preto (SP) é formado em Engenharia de Telecomunicações pelo Instituto Nacional de Telecomunicações, com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. É fundador da SIBRARE, do SIBRAFAR e da GMG Ambiental.

Diego Gallardo 38, São São Paulo (SP) — é formado em Engenharia de Produção pela Escola de Engenharia Mauá, com MBA Executivo pela FAAP. Trabalhou em multinacionais como Pirelli, L’Oréal e Marfrig, onde participou da aquisição e fusão junto à Seara. É responsável pela gestão e supply chain de restaurantes do +55GRP.

Como surgiu:
Segundo os sócios a healthtech nasceu da percepção de que, no dia a dia, os brasileiros estão preocupados com tantas coisas que acabam deixando de lado o autocuidado e a saúde. “Com o mercado de vitaminas e suplementos sendo pouco explorado no Brasil, pensamos em personalizar esse atendimento e oferecer ao cliente um serviço sob medida”, diz Rupen. Os sócios fizeram um estudo detalhado sobre as possibilidades desse mercado no Brasil e como ele vem se desenvolvendo em outros países e concluíram que este modelo de negócio foi muito bem aceito nos Estados Unidos. “Então, adaptamos esse modelo para a realidade brasileira e para o perfil do público daqui. Iniciamos os testes para adequar todo o processo da empresa e conseguir oferecer uma experiência de entrega que respeite e exalte a individualidade de cada cliente”, afirma o CEO.

Estágio atual:
A Be.cap.s acabou de ser lançada e está em fase de divulgação. Conta com 26 pessoas na equipe e pretende ainda este ano desenvolver 29 fórmulas e atingir 140 até o final de janeiro de 2022.

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Os sócios investiram mais de 3,5 milhões de reais em inovações e, até o final do ano, pretendem colocar mais de 5,5 milhões de reais para o crescimento da marca.

Necessidade de investimento:
Não busca.

Mercado e concorrentes:
“O mercado cresce 23% ao ano e a pandemia fez com que a população criasse o hábito de tomar vitaminas e suplementos com recorrência na compra, principalmente para aumentar a imunidade e o bem-estar. Nesse contexto vemos o mercado com amplo potencial de crescimento para a empresa. O mercado de venda de vitaminas e suplementos no Brasil é relativamente novo e está em desenvolvimento. Dentro desse contexto, somos os únicos a entregar vitamínicos fracionados e personalizados com base em um questionário completo e dividido diariamente. Além disso, entregamos um trabalho editorial, com revistas e folders com informações extras”, afirma o Rupen.

Maiores desafios:
“Nossa operação é exclusiva e personalizada, então é necessário que haja uma preparação e preocupação com todos os detalhes depois do pedido feito. Além disso, não temos como fazer peças em estoque, já que cada kit é individual e leva o nome do cliente, portanto nossa operação é muito individualizada e com o crescimento da empresa o desafio é manter a agilidade. Outro desafio é a cultura de vitaminas e suplementos que já existe no Brasil, onde as pessoas costumam comprar por indicação e nem sempre algo que faz bem para uma pessoa vai fazer para outra. É importante mostrar para o consumidor que é importante ter essa análise individualizada.”

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Junho de 2022.

Visão de futuro:
“Pretendemos ser um protocolo de atendimento para auxiliar os nutrólogos e nutricionistas em suas clínicas, além de nos consolidarmos como referência no mercado como uma healthtech que oferece ao consumidor vitaminas e suplementos de forma personalizada, de acordo com o que de fato o consumidor necessita. Queremos também ser referência de vitaminas e suplementos corporativos”, conta Rupen.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

249 Total Views 2 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: