A Vitamine•se combina inteligência artificial com a experiência de nutricionistas para recomendar vitaminas

Dani Rosolen - 24 jun 2021
COMPARTILHE

Nome:
Vitamine•se.

O que faz:
Denomina-se a primeira loja online de vitaminas da América Latina, combinando inteligência artificial com a experiência de nutricionistas para recomendar nutrientes de forma personalizada — levando em conta o estilo de vida, objetivos e necessidades de cada pessoa.

Que problema resolve:
Oferece personalização e praticidade para os consumidores de vitaminas, adequando a suplementação às necessidades específicas de cada um e garantindo mais controle e informação sobre a própria nutrição.

O que a torna especial:
Segundo os sócios, o diferencial é a experiência do usuário por meio da usabilidade da plataforma. Além disso, disponibiliza um questionário desenvolvido por especialistas, com 20 perguntas, sobre o modo de vida da pessoa para ajudar a entender suas necessidades.

Modelo de negócio:
Opera no modelo de Digital Native Enterprise, por meio de um e-commerce com camada de customização.

Fundação:
Março de 2021.

Sócios:
Augusto Cruz Neto sócio-fundador e CEO
Felipe Prodocimo, sócio-fundador e COO
Gabriel Capitian sócio-fundador e CSO
Antônio Carlos Rampasso sócio e CFO
Antônio Augusto sócio e CCO

Fundadores: 

Augusto Cruz Neto — 42 anos, São Paulo (SP) é formado em Economia pela PUC-SP. Trabalhou na gestão de grandes contas publicitárias, desenvolvimento e comunicação de marcas como Devassa e Porto Seguro. É sócio-investidor da Airfluencers.

Felipe Prodocimo — 39 anos, Campinas (SP) — é formado em Publicidade e Propaganda pelo Mackenzie. Trabalhou na Ypê, EMS e Grupo Cimed,

Gabriel Capitian — 24 anos, São Paulo (SP) é formado em Publicidade e Propaganda pela ESPM. Trabalhou na Lew’Lara\TBWA, Airfluencers e Grupo Cimed.

Como surgiu:
Segundo Augusto, a Vitamine•se surgiu a partir da análise do mercado de saúde e bem-estar ao redor do mundo. “Em países que tem a categoria mais madura, como os Estados Unidos, o consumo de vitaminas e minerais avança rumo a personalização e digitalização da jornada graças às novas tecnologias. A Vitamine•se nasce para oferecer essa experiência aos brasileiros, facilitando e expandindo o cuidado com os nutrientes certos”, afirma o CEO.

Estágio atual:
O escritório da startup fica no Itaim Bibi, em São Paulo. A equipe é composta por 20 pessoas, entre colaboradores e consultores. Em dois meses de operação, contabiliza mais de mil consumidores com um ticket médio superior a 250 reais.

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Os empreendedores investiram 2 milhões de reais na empresa.

Necessidade de investimento:
Os sócios querem captar um aporte a partir do primeiro trimestre de 2022 para investir em marketing (ganhando escala e aumentando a base de clientes) e tecnologia (para acelerar projetos de gestão de dados, melhorias de UX e aprimorar a inteligência artificial).

Mercado e concorrentes:
“No Brasil, apenas um em cada cinco brasileiros considera ter uma dieta balanceada e menos de 25% consomem algum tipo de suplemento alimentar. São mais de 40 milhões de adultos que podem se beneficiar a partir dos nutrientes certos e a categoria tem o trabalho de empoderar as escolhas das pessoas, desmistificando e informando sobre vitaminas e minerais. Por ser um modelo de negócio único, ainda não há concorrentes diretos. No entanto, existem centenas de concorrentes indiretos, como marcas de suplementos e farmácias de manipulação”, diz Augusto.

Maiores desafios:
“Atualmente, o principal desafio da Vitamine•se é também o da categoria: educar sobre o papel da suplementação na saúde das pessoas.”

Faturamento:
Os sócios prevêem faturar 10 milhões de reais nos próximos 12 meses.

Previsão de break-even:
Em 18 meses.

Visão de futuro:
“Ser a principal referência de personalização em saúde e bem-estar”, afirma o CEO.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

857 Total Views 1 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: